Polícia

Acusado de chacina em Sorriso diz que invadiu casa para roubar e matou ao ser flagrado

O plano dele era entrar na casa e roubar o que encontrasse de valor, porém após matar as vítimas saiu sem levar nada.

29/11/2023 10h25 | Atualizada em 04/12/2023 14h29

PUBLICIDADE

Gilberto Rodrigues, 32, acusado de ser responsável por matar Cleci Calvi Cardoso, 46, Miliane Calvi Cardoso, 19, Manuela Calvi Cardoso, 13, e Melissa Calvi Cardoso,10, confessou que agiu sozinho e invadiu a casa para roubar. Em depoimento à polícia logo após a prisão, ele disse que matou porque a mãe, Cleci, reagiu. O plano dele era entrar na casa e roubar o que encontrasse de valor, porém após matar as vítimas saiu sem levar nada.

O homicida trabalhava como pedreiro em uma obra ao lado da casa onde o crime ocorreu e disse que conhecia a rotina da família. Via sempre a mãe saindo para levar as filhas à escola. Segundo ele, seu objetivo era subtrair algo de valor para vender, porém, assim que conseguiu invadir a casa pela janela do banheiro, foi surpreendido por Cleci que escutou o barulho e acendeu uma das luzes da casa.

Assustada com a invasão, a mãe atacou Gilberto que a empurrou e derrubou no chão. Durante luta corporal, uma gaveta de talheres caiu, momento em que ele se apossou de uma faca e a golpeou. Com a barulho, a filha mais velha acordou e viu a mãe naquela situação. Ela foi para cima do suspeito e acabou sendo a segunda esfaqueada, as outras duas meninas acordaram e começaram a gritar dentro dos quartos, foi aí então que ele esfaqueou Manuela,13, em cima da cama e, em seguida, no outro cômodo asfixiou a caçula.

Questionado sobre a quantidade de golpes que desferiu contra as vítimas, ele disse não se recordar. Após cometer os crimes, o pedreiro ainda entrou nos quartos com o intuito de levar algo, porém não encontrou nada, então abusou sexualmente das vítimas antes de sair do local e foi embora pela mesma janela que havia entrado na casa. Gilberto trajava uma camisa e uma bermuda. Logo após cometer os 4 homicídios, retornou para o contêiner da obra, retirou a roupa e colocou em uma caixa, retomando sua rotina normal no outro dia. 

Cleci Calvi Cardoso, 46, e suas filhas Miliane Calvi Cardoso, 19, Manuela Calvi Cardoso, 13, e Melissa Calvi Cardoso,10, foram encontradas mortas na manhã desta segunda-feira (27), no bairro Florais da Mata, em Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá). As vítimas estavam degoladas e 3 delas nuas. O pedreiro foi preso horas depois após confessar ter cometido a chacina, ele relatou aos policiais que esfaqueou Cleci Calvi Cardoso, 46, e suas 2 filhas Miliane Calvi Cardoso, 19, Manuela Calvi Cardoso, 13 e, enquanto elas ainda agonizavam, as estuprou.

A filha mais nova, Melissa Calvi Cardoso, 10, foi morta asfixiada. Vale lembrar que o acusado Gilberto Rodrigues, 32, já estava foragido suspeito de ter cometido crime sexual no município de Lucas do Rio Verde, a 360 km da capital e por latrocínio – roubo seguido de morte – na cida de Mineiros (GO).

FONTE: Eldorado FM com Gazeta Digital

PUBLICIDADE