Meio Ambiente

Ação da Sema apreende máquinas por desmate em Vila Rica e Santa Terezinha e aplica R$ 2,1 milhões em multas

Na ação foram apreendidas quatro máquinas utilizadas em áreas embargadas que deveriam estar com a vegetação em regeneração.

07/09/2023 19h02 | Atualizada em 11/09/2023 12h28

PUBLICIDADE

Em nova etapa da Operação Amazônia, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) aplicou multas que somam R$ 2,1 milhões por desmate ilegal e descumprimento de embargo no bioma, após flagrantes realizados de acordo com os alertas identificados por imagens de satélites de sistema usado pelo Estado para monitorar atividades ilegais.

A ação é realizada pela equipe da Sema de Confresa, em parceria com o 10° Comando Regional da Polícia Militar. Ao todo, foram fiscalizados 12 alertas de desmatamento em Santa Terezinha e Vila Rica. Foram apreendidas quatro máquinas sendo utilizadas em áreas embargadas, ou seja, que deveriam estar com a vegetação em regeneração.

Duas pás carregadeiras, um trator esteira e um trator de pneu com grade de arar, além de um tanque de combustível tipo reboque. A ação foi norteada pelos alertas de desmatamento ilegal identificados por imagens de satélite de alta resolução que monitoram toda a cobertura vegetal do território estadual. Com isso, é possível realizar o flagrante da ação ainda no início e impedir a continuidade do dano ambiental.

O Governo de Mato Grosso realiza a Operação Amazônia contra crimes ambientais, com equipes em campo e de monitoramento remoto por imagens de satélite de alta resolução para responsabilizar os infratores. Quem se deparar com um crime ambiental deve denunciar por meio dos contatos: da Polícia Militar (190), ouvidoria da Sema (0800 065 3838) ou pelo novo WhatsApp para denúncias (65) 9 8153-0255.

FONTE: Redao de Jornalismo da Eldorado FM

PUBLICIDADE