Curiosidades

Idosa de 91 anos de São José do Xingu que tem diabetes e hipertensão vence a luta contra a Covid-19

Devido ao quadro de saúde, ela foi transferida para Cuiabá, mas não precisou de intubação, segundo a família.

17/06/2021 10h31 | Atualizada em 17/06/2021 16h13 2 comentarios

Uma idosa de 91 anos que tem diabetes, hipertensão e sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC), venceu a Covid-19, após cinco dias internada no Hospital São Benedito em Cuiabá. Aracy Mendes Leoncine já tinha sido vacinada com as duas doses da Coronavac em fevereiro e março deste ano, respectivamente.

"Cheguei [no hospital] mal e agora estou muito bem. Os profissionais de saúde me deram remédio e comida toda hora e nunca me deixaram abandonada. Estou muito feliz", disse a idosa ao G1. Aracy mora com a família São José do Xingu, a 931 km da capital. Ela começou a sentir falta de ar em casa e foi encaminhada para uma unidade de saúde da cidade.

"Aqui ela ficou um dia, chegou no Posto de Atendimento com muita falta de ar, estava muito ruim mesmo, ficou no balão de oxigênio com a saturação oscilando", contou a filha dela, Bernadete Leoncine.

Devido ao quadro de saúde, ela foi transferida para Cuiabá, mas não precisou de intubação, segundo a família. Segundo a família, na hora de embarcar no avião de volta para casa, Aracy se recusou a entrar na aeronave em cima de uma maca e preferiu ir caminhando, mesmo ainda sem forças. Agora ela se recupera em casa ao lado dos filhos.

Estudo clínico final sobre a Coronavac divulgado em abril deste ano mostra que a eficácia da vacina é maior do que nos resultados iniciais divulgados entre dezembro e janeiro. O estudo foi feito pelo Instituto Butantan, que produz a vacina em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Conforme artigo científico encaminhado para revisão e publicação na revista científica Lancet, a eficácia para casos sintomáticos de Covid-19 atingiu 50,7%, ante os 50,38% informados inicialmente. Ou seja, a vacina reduz pela metade os novos registros de contaminação em uma população vacinada. De acordo com a pesquisa divulgada em abril, a eficácia da CoronaVac pode chegar a 62,3% com um intervalo de mais de 21 dias entre as duas doses da vacina.

FONTE: Radio Eldorado FM 87, 9 com G1

2 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Excellent and decent post. I found this much information, as to what I was exactly searching for. Thanks for such post and please keep on sharing with us. retaining wall installer Grand Rapids MI

  2. that is amazing and congrats on being healthy again, this news is a great motivation for the people fight with covid, I have seen many cases and people have been affected badly in these 2 years. I'm also a writer and provide essay writing service Dubai also writing blogs to create awareness among the people.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE