MATO GROSSO

Ministro do Meio Ambiente deve sobrevoar áreas atingidas por incêndios em MT nesta terça

Os incêndios na região do Pantanal mato-grossense já queimou mais de 200 mil hectares de área de vegetação.

17/08/2020 22h30 | Atualizada em 17/08/2020 22h32

Ministro do Meio Ambiente deve sobrevoar áreas atingidas por incêndios em MT nesta terça

Ilustrativa

PUBLICIDADE

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, deve vir a Mato Grosso nesta terça-feira (18) para sobrevoar as áreas atingidas por incêndios no estado.

Antes do sobrevoo, Salles falará com a imprensa às 14h no Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) no Aeroporto Marechal Rondon em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

Os incêndios ativos de grandes proporções na região do Pantanal mato-grossense já atingiram três áreas de reservas indígenas, e queimou mais de 200 mil hectares de área de vegetação.

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) também apontam que nos 13 primeiros dias deste mês foram registrados mais focos de queimadas no Pantanal do que durante todo o agosto de 2019. É menos da metade do tempo, mas o número absoluto já apresenta uma alta de 53%.

Para combater os crimes ambientais, a Operação Integrada Transpantaneira 1 foi iniciada nesta segunda-feira (17) contra incêndios florestais e queimadas irregulares no Pantanal mato-grossense.

Presos brigadistas

O Sistema Penitenciário também está colaborando no combate às queimadas urbanas em Poconé, após o treinamento de 10 presos como brigadistas para atuar no combate ao fogo na área urbana da cidade.

Os presos são todos voluntários e beneficiados com a remição da pena, a cada três dias trabalhados, é um dia a menos na pena.

Segundo a Sesp-MT, eles são acompanhados pelos policiais penais e selecionados pela direção e por uma equipe psicossocial, conforme o perfil. Durante a ação, os detentos usam tornozeleira eletrônica.

FONTE: G1 MT

PUBLICIDADE