JUDICIÁRIO

Após quase 2 anos no Centro de Custódia, Silval deixa cadeia e segue preso em casa

Também foi solto o "ex-braço direito" do ex-governador, o ex-chefe de gabinete Silvio Cesar Correa.

14/06/2017 09h34 253 acessos

Após quase 2 anos no Centro de Custódia, Silval deixa cadeia e segue preso em casa

Ahmad Jarrah

O ex-governador Silval Barbosa (PMDB) está prestes a deixar o Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), após determinação da juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Arruda. A decisão foi proferida na tarde desta terça (13), e, segundo informações do site O Independente, cujo um dos sócios é Rodrigo Barbosa, filho de Silval, o peemedebista deve deixar a prisão ainda hoje.

O RD News, por sua vez, apurou que a prisão preventiva fo convertida por domiciliar, após pedido da promotora Ana Cristina Bardusco, responsável pelas investigações dos crimes cometidos pela organização criminosa liderada por Silval.

Também foi solto o "ex-braço direito" do ex-governador, o ex-chefe de gabinete Silvio Cesar Correa. Com isso, reforça a tese de que Silval homologou a delação premiada, no qual quando firmou o acordo incluiu Silvio na "cota" de beneficiados.

Além disso, a decisão da magistrada ocorre um dia após ela mesma suspender o reinterrogatório de Silval, previsto inclusive para hoje, no qual ele confessaria todos os crimes que cometeu.

De todo modo, o acordo de colaboração é relatado pelo ministro do Superior Tirbunal de Justiça, Luiz Fux, que nos últimos dias estudava a possibilidade de destacar um juiz federal de Mato Grosso ou enviar um de Brasília, para fazer checagem das informações repassadas por Silval, a fim de saber se ele não foi obrigado, de alguma forma, a prestar as declarações. Este é o último passo que antecede a homologação de uma delação.

Prisões

Silval está preso desde 17 de setembro de 2015, na deflagração da Operação Sodoma, dois dias depois da detenção dos ex-secretários da Casa Civil e de Fazenda, Pedro Nadaf e Marcel de Cursi, em 15 de setembro. Os três são investigados por suposto esquema de fraudes na concessão de incentivos fiscais.

De lá para cá, o peemedebista também recebeu a segunda ordem de prisão na Operação Seven - que investiga a aquisição irregular de uma área na região do Manso, com 727,9 hectares, pelo valor de R$ 7 milhões- na qual obteve soltura em 23 de março, um dia depois de ser preso na Sodoma 2. Esse fato fez com o que o peemedebista não deixasse a prisão um dia sequer desde 2015. “Essa terceira prisão veio de uma forma muito estranha, foi após decisão do TJ concedendo a ordem de soltura no segundo HC e o STF concedendo na primeira prisão”, disse, à época, a advogada Hortência Medina, que assinou um dos recursos de Silval.

Às 20h30 - Silval já está em casa

O ex-governador Silval Barbosa já deixou o CCC e passa a primeira noite na sua casa.

FONTE: RD NEWS/Camila Cervantes e Patrícia Sanches

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE