PUBLICIDADE Supermercado Vendão
PRISÃO

Thompson Flores, presidente do TRF4, nega liberdade a Lula

Ele acompanhou a decisão do desembargador Gebran Neto, que revogou a ordem de soltura expedida por seu colega Rogério Favreto.

09/07/2018 08h54 | Atualizada em 09/07/2018 15h50 114 acessos

Thompson Flores, presidente do TRF4, nega liberdade a Lula

Reprodução

PUBLICIDADE Skynet

Thompson Flores, presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, acolheu a decisão de João Pedro Gebran Neto de impedir a libertação do ex-presidente Lula. 

Com a decisão do presidente, a determinação do desembargador plantonista Rogério Favreto de libertar o petista é suspensa. 

Thompson Flores foi instado a se manifestar após uma guerra de decisões entre Favreto e Gebran Neto. Na manhã deste domingo 7, o primeiro concedeu a liberdade a Lula a partir de um habeas corpus impetrado pelos deputados petistas Wadih Damous, Paulo Teixeira e Paulo Pimenta. 

Favreto alegou a existência de um fato novo para libertar Lula, pois o habes corpus mencionava o risco da prisão do ex-presidente para o processo eleitoral. De férias, Sérgio Moro abandonou o descanso e se mobilizou para modificar a decisão. Em despacho, ele se recusou a acatar a ordem de prisão e afirmou que, por orientação de Thompson Flores, pediria esclarecimentos a Gebran Neto, relator do caso de Lula no TRF4. 

Gebran Neto recusou a liberdade de Lula e afirmou que Favreto "foi induzido ao erro" pelos deputados petistas. Em nova decisão, publicada às 16h12 deste domingo 7, o desembargador plantonista reafirmou a ordem de soltura e deu o prazo de uma hora para o cumprimento da decisão. A Polícia Federal não atendeu ao pedido. 

FONTE: CARTA CAPITAL

PUBLICIDADE

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE