PUBLICIDADE Supermercado Vendão
BIOMETRIA

Em MT, cerca de 30% dos eleitores já fizeram o cadastro biométrico

Quem não participar, pode ter o título cancelado, segundo a Justiça.

13/10/2017 08h12 | Atualizada em 13/10/2017 08h19 126 acessos

PUBLICIDADE Skynet

Cerca de 30% dos eleitores mato-grossenses já fizeram o cadastro biométrico em todo o estado, segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), o que está abaixo da média nacional. Em Mato Grosso, o processo de recadastramento teve início em 2015.O sistema, que diminui a possibilidade de fraudes na hora do voto, será adotado em 31 dos 141 municípios nas próximas eleições.

Segundo o juiz eleitoral Lídio Modesto, o sistema de identificação pela digital é uma forma de dar mais segurança e transparência ao voto dos eleitores.

"Houve a constatação de que um único cidadão consegue votar mais de uma vez. Dentro da média nacional de 40% de eleitores cadastrados , foi verificado que 25 mil eleitores possuem títulos fraudados, ou seja, possuem mais de uma identidade e votam em mais de um local, chegando ao patamar incrível de que uma pessoa apenas possuía 52 títulos eleitorais", afirmou.

O processo de recadastramento biométrico está em andamento, atualmente, em Cuiabá e outros dois municípios: Várzea Grande, região metropolitana da capital, e Sinop, a 503 km de Cuiabá. Nesses locais, os eleitores precisam agendar o atendimento por telefone ou pela internet, no portal da Justiça Eleitoral.

Conforme o juiz, a consequência para quem não comparece para regularizar a situação, dentro do prazo concedido pelo TRE, é ter o título cancelado para as eleições do ano que vem.

"Todos os eleitores destes três municípios precisam comparecer durante o péríodo em que estivermos aceitando esse comparecimento, ou seja, até 150 dias antes da eleição, que dará por volta do dia 31 de maio de 2018", disse.

FONTE: G1 MT

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE