Politica

Senado aprova projeto do Senador Jaime Campos e altera limite do MEI para R$ 130 mil

Atualmente, profissionais que fazem parte do regime tributário especial MEI podem faturar no máximo, R$ 81 mil por ano

13/08/2021 12h25 | Atualizada em 16/08/2021 09h05 3 comentarios

Os senadores aprovaram, por unanimidade, projeto de lei de autoria do senador Jayme Campos (DEM-MT), que eleva para R$ 130 mil a receita anual para permitir o enquadramento do empreendedor como Microempreendedor Individual (MEI). O texto também autoriza que o MEI possa contratar até dois empregados por meio de seu CNPJ. A matéria segue agora para análise da Câmara dos Deputados.

Atualmente, profissionais que fazem parte do regime tributário especial MEI podem faturar, no máximo, R$ 81 mil por ano e contratar apenas um funcionário, que receba um salário mínimo ou o piso da categoria. A Consultoria de Orçamento do Senado estima que a renúncia de receita do governo poderá chegar a R$ 7,44 bilhões entre 2022 e 2024, caso a medida se torne lei. O impacto fiscal foi estimado em R$ 2,32 bilhões em 2022, R$ 2,48 bilhões em 2023 e R$ 2,64 bilhões em 2024.

MEIs cresceram 8,4% em 2020 - O projeto que amplia o limite de faturamento do MEI para R$ 130 mil foi relatado pelo senador Marcos Rogério (DEM-RO), que destacou como amplamente reconhecida a importância da figura do MEI para “a economia, para a geração de empregos, para a redução do trabalho informal e para a garantia de trabalho e renda de inúmeras famílias”.

Durante a sessão, o relator mencionou dados que atribuiu ao governo, indicando que o número de MEIs cresceu 8,4% em 2020. Até o final do ano passado, o país registrava 11,2 milhões de MEIs ativos, o que correspondia a 56,7% do total de negócios em funcionamento.

O projeto prevê que, para o caso de empresa recém-aberta, o limite de ganho mensal será de R$ 10.833,33. Esse valor será multiplicado pelo número de meses contando a partir do início da atividade até o final do ano-calendário.

Autor do projeto, o senador Jayme Campos (DEM-MT), defendeu a proposta como forma de simplificação dos negócios e impulsionamento da economia, que pode colaborar com a retomada do crescimento do país após a crise imposta pela pandemia da Covid-19.

FONTE: Eldorado FM com Assessoria

3 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Thank you for giving me this information брандиране на автомобили

  2. нуждая се от съвет BLUETOOTH ТОНКОЛОНА

  3. Ótima postagem!O post vai me ajudar na escrita de um artigo que estou publicando no meu blog. vlw!

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE