PUBLICIDADE
Politica

Deputado propõe atendimento especializado para pacientes que foram curados da Covid-19

De acordo com a medida o governo do estado poderá realizar convênios diretamente com a iniciativa privada

26/02/2021 10h44 | Atualizada em 01/03/2021 10h11

“Atendimentos nas áreas de fisioterapia respiratória e motora, cardiologia, fonoaudiologia, clínica médica, pneumologia, reumatologia, psicologia, psiquiatria e assistência social, são elencados na proposta”. Na última sessão (24) o deputado estadual Dr. Eugênio Paiva (PSB) apresentou uma proposta que garante atendimento especializado aos pacientes que foram infectados pela Covid-19.

De acordo com a medida o governo do estado poderá realizar convênios diretamente com a iniciativa privada, além disso as despesas com a sua execução ficarão por conta das dotações orçamentárias próprias e suplementadas se necessário.

Em justificativa do PL o parlamentar cita a importância de um tratamento durante e após a recuperação do paciente, “...No processo de recuperação do paciente pós Covid-19 são encontradas sequelas cardíacas, pulmonares, neurológicas e, principalmente, psicológicas. Mesmo após a alta hospitalar são observados sintomas como fraqueza muscular, fadiga, falta de ar em repouso e aos esforços, palpitação, dificuldades de locomoção e equilíbrio bem como alterações de humor e das funções cognitivas.”.

Dr. Eugênio que também é presidente da Comissão de Saúde, Assistência e Previdência Social da ALMT tem se preocupado e tomado medidas para amenizar as situações vividas pela população de Mato Grosso, quanto a pandemia, por isso a necessidade de um tratamento que envolva especialidades nas áreas de fisioterapia respiratória e motora, cardiologia, fonoaudiologia, clínica médica, pneumologia, reumatologia, psicologia, psiquiatria e assistência social, que deverá seguir os protocolos de saúde definidos pelas autoridades de saúde do Estado.

CINCO UNIDADES JÁ FAZEM O ATENDIMENTO NO PAÍS - Já existe um programa reabilitação pós-Covid-19 no âmbito do Hospital de Base, decorrente de uma parceria com o Hospital Sírio-Libanês (REAB-PÓS-COVID-19), e participam do projeto apenas cinco unidades hospitalares em todo o país: o Hospital de Base, o Hospital Geral de Fortaleza, o Hospital Geral de Palmas, o Hospital de Contagem e o Hospital do Trabalho de Curitiba.

FONTE: Radio Eldorado FM 87, 9 com Assessoria

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE