Politica

Dez mato-grossenses estão entre os maiores doadores da campanha eleitoral de 2020

Entre os 100 doadores do ranking nacional, dez são de Mato Grosso. Destes, cinco fizeram doações com valor maior que R$ 400 mil.

26/11/2020 10h50 | Atualizada em 27/11/2020 21h11

PUBLICIDADE

Dez empresários e produtores rurais de Mato Grosso estão na lista dos maiores doadores para campanhas eleitorais no país. A lista é divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e pode ser consultado no 'DivulgaCand'. Entre os 100 doadores do ranking, dez são de Mato Grosso. Destes, cinco fizeram doações com valor maior que R$ 400 mil.

Em 9º lugar do ranking total aparece o empresário mato-grossense Robisson Eugênio Dorner. Ele doou R$ 727,7 mil na candidatura do pai dele, o prefeito eleito de Sinop, Roberto Dorner (Republicanos). Além disso, também fez doações a 42 candidatos ao cargo de vereador no município, totalizando mais de R$ 260 mil. Ao todo, Robisson doou mais de R$ 1,1 milhão para campanha nessas eleições.

A próxima mato-grossense é Rafaela Muriel Frizzo, que aparece em 31º lugar. A empresária é mulher do atual prefeito de Lucas do Rio Verde, Flori Luiz Binotti (PSD). Ela fez doação a 55 candidatos, entre eles, o próprio marido, para o qual ela doou R$ 50 mil. No total, Rafaela doou R$ 520 mil nessas eleições. O marido dela, Flori Binotti, não conseguiu a reeleição.

Em seguida, na posição 32º do ranking, está Ricardo Quadros. Ele doou apenas para um candidato: Flávio Frical (PSB), que tentou se eleger prefeito de Várzea Grande.A doação foi de mais de R$ 500 mil. No entanto, Flávio não conseguiu vencer no pleito e foi derrotado por Kalil Baracat (MDB), que recebeu 46% dos votos. Frical teve 40%.

O empresário Odílio Balbinotti Filho fez doações de mais de R$ 462mil para sete candidatos. Os maiores valores foram para dois candidatos a prefeito de Rondonópolis: Luiz Fernando Carvalho (Republicanos), que recebeu mais de R$ 237 mil, e Cláudio Ferreira de Souza, que recebeu R$ 200 mil. Nenhum conseguiu vencer.

O produtor rural, Helmute Augusto Lawisch apoiou 47 candidatos em Lucas do Rio Verde e ficou em 43ª posição do ranking. O maior valor foi para o candidato a prefeito Miguel Vaz Ribeiro (Cidadania), que foi eleito. Ele recebeu R$ 210 mil para a sua campanha. No total, Helmute doou mais de R$ 442 mil.

As outras cinco pessoas fizeram doações abaixo de R$ 400 mil. Foram eles: Hélio Antonio Filipin Goulart, que doou R$ 357 mil; Hilário Renato Piccini, que doou R$ 330 mil; Rafael Lins Rios, com R$ 302,6 mil; Nilton José Dal Bem, com R$ 275 mil; e Euclides Ribeiro da Silva Junior, com R$ 250 mil.

FONTE: Radio Eldorado FM 87,9 com G1- MT

PUBLICIDADE