ELEIÇÕES 2020

Quatro pessoas foram presas em Confresa, Cana Brava e São José do Xingu por crime eleitoral

Ainda foram registradas dez ocorrências de natureza diversa relacionadas as eleições.

15/11/2020 17h50 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00 1 comentario

Quatro pessoas foram presas em Confresa, Cana Brava e São José do Xingu por crime eleitoral

Reprodução

De acordo com Boletim Eleitoral divulgado às 15h30 pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) apontou o registro de 46 ocorrências criminais neste domingo (15). A maioria (29) foram por crime de “boca de urna”. Ainda foram registradas dez ocorrências de natureza diversa relacionadas as eleições, quatro de preservação de direito, uma de desobediência à Lei Seca, uma de propaganda ilegal, e uma de fornecimento gratuito de alimento ou transporte.

As ocorrências ocorreram nos municípios de: Barra do Garças (5), Sinop (4), Várzea Grande (3), Confresa (2), Peixoto de Azevedo (2), Porto dos Gaúchos (2), Tapurah (2), Cuiabá (1), Água Boa (1), Alto Garças (1), Aripuanã (1), Campinápolis (1), Canabrava do Norte (1), Cláudia (1), Colniza (1), Denise (1), Diamantino (1), Figueiropólis D’Oeste (1), Guarantã do Norte (1), Nortelândia (1), Nova Mutum (1), Nova Xavantina (1), Novo Horizonte do Norte (1), Novo Mundo (1), Paranaíta (1), Paranatinga (1), Pedra Preta (1), Poconé (1), Primavera do Leste (1), Santa Carmen (1), São José do Rio Claro (1) e São José do Xingu (1).

Foram registrados dois crimes de ameaça e dois crimes de desobediência que não se enquadram em crimes eleitorais.

FONTE: Olhar Direto

PUBLICIDADE