PUBLICIDADE
SEGURANÇA

Polícia Judiciária Civil prende comparsa de roubo em Alto da Boa Vista

Os dois são acusados de no dia 5 de julho manterem presa a ex-mulher do suspeito, que está grávida de sete meses.

25/07/2017 11h28 | Atualizada em 26/07/2017 09h59 1 comentario

Polícia Judiciária Civil prende comparsa de roubo em Alto da Boa Vista

Ilustrativa

Policiais de Alto da Boa Vista (1.059 km a Nordeste) cumpriram nesta terça-feira (25) mandado de prisão contra João Victor Gabriel Castro Cardoso, acusado de roubar uma casa na companhia de Romário Francisco de Lima, que já está preso pelo crime de cárcere privado praticado contra a ex-mulher e também pelo roubo.

O comparsa, Joao Victor, havia sido identificado nas investigações que culminaram na prisão de Romário Francisco de Lima e Claúdia Martins Vasconcelos de Macedo, 37 anos. O casal teve os mandados de prisão preventiva cumpridos no dia 10 de julho.

Os dois são acusados de no dia 5 de julho manterem presa a ex-mulher do suspeito, que está grávida de sete meses. A vítima foi mantida em cárcere privado, por cerca de 1 hora trancada no quarto, sem permissão para ir ao banheiro.  Ela também foi torturada e sofreu lesões pelo corpo.

Na ocasião das buscas, os policiais receberam uma ocorrência de roubo a residência, praticado na madrugada em 7 de julho,  onde duas motocicletas foram subtraídas. Na investigação do caso, as vítimas reconheceram Romário Francisco de Lima como a pessoa que praticou o crime e ainda relataram que havia mais uma pessoa junto, que posteriormente foi descoberto ser João Victor Gabriel Castro Cardoso.

Durante as diligências João Victor foi localizado, mas por estar fora de flagrante não foi mantido preso, tendo agora o mandado expedido pela Justiça e cumprido pelos investigadores, sob a coordenação do delegado, Valmon Pereira da Silva.  

FONTE: PJC-MT

1 COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Bom trab da polícia, agora vai pagar por seus atos

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE