PUBLICIDADE
POLÍCIA

Ação da Polícia Judiciária Civil termina com seis homens de grupo criminoso presos em Confresa

Também foram apreendidas drogas, balanças de precisão, dinheiro, motocicletas e objetos de origem criminosa.

11/12/2019 09h22 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Ação da Polícia Judiciária Civil termina com seis homens de grupo criminoso presos em Confresa

Reprodução

Em uma ação realizada na manhã de terça-feira (10), agentes da Polícia Judiciária Civil apreenderam drogas, balanças de precisão, dinheiro, motocicletas e objetos oriundos de furtos e roubos, além de prender seis homens que formavam um grupo criminoso atuante no município de Confresa.

Conforme apurou o site Olhar Alerta, uma motocicleta furtada foi vista a entrar em uma residência do Jardim Planalto, casa esta que já era monitorada pelos investigadores. Os policiais decidiram entrar e lá encontraram Glebson dos Santos Costa, vulgo Doda, que informou ser o proprietário da moto, no local também estava Lindondion Barbosa de Oliveira, mais conhecido como Capitão. Dentro de um tênis que estava na residência, foram encontradas várias porções de substâncias análogas à maconha e cocaína. Escondido no telhado havia mais drogas e uma balança de precisão.

Ainda na casa e com os envolvidos, os policiais apreenderam celulares, a quantia de R$ 1.389,00 em notas trocadas, além de outra moto. Durante a ação, chegaram ao local Wanderson Tavares da Silva, vulgo Metralha e Thiago Eduardo Sokolowiski, conhecido como Soko, também membros do grupo. Foi perguntado sobre outro envolvido, João Paulo Almeida Silva, vulgo Mosquito, e os suspeitos informaram onde ele morava.

Os agentes se deslocaram até a casa de Mosquito, onde localizaram não só ele, como Daniel Lima da Silva. No local foram encontrados um videogame, um relógio, uma balança de precisão com forte odor de entorpecente e R$ 928,00 em dinheiro. Os objetos, que são provenientes de roubos e furtos, foram adquiridos, segundo Daniel, de uma terceira pessoa. Uma motocicleta também foi apreendida.

Diante do que foi encontrado, os policiais deram voz de prisão a todos os envolvidos. Eles foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Judiciária Civil, onde foram autuados pelos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico e receptação qualificada. Após procedimentos, serão remanejados para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, onde aguardarão providências judiciais.

FONTE: Olhar Alerta

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE