PUBLICIDADE
CRIME AMBIENTAL

Caçador que matou 3 onças no Araguaia se apresenta e permanece calado

O inquérito será remitido para Polícia Federal de Barra do Garças por se tratar crime ambiental.

23/11/2019 12h33 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Caçador que matou 3 onças no Araguaia se apresenta e permanece calado

Reprodução

O suspeito de ter matado três onças-pintadas em uma fazenda no município de Cocalinho (923 km a leste de Cuiabá) se apresentou à Polícia Judiciária Civil na quinta-feira (21.11), acompanhado por advogados. 

D.S.M., 52 anos, apresentou-se na Delegacia de Água Boa, onde foi interrogado pelo delegado Valmon Pereira da Silva, mas manteve-se em silêncio. O suspeito foi ouvido e liberado, uma vez que não havia mandado de prisão expedido contra ele. 

O procedimento será encaminhado para a Polícia Federal em Barra do Garças, pois se trata de investigação de crime ambiental contra animal silvestre em risco de extinção, cuja competência é da PF, conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal. 

A Polícia Civil dará apoio à Polícia Federal nas ações que se fizerem necessárias à investigação.

FONTE: Assessoria / PJC MT

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE