PUBLICIDADE Supermercado Vendão
POLÍCIA

Polícia Civil prende suspeito de tentar matar garota de 14 anos em Porto Alegre do Norte

O crime aconteceu na noite do dia 16 de dezembro de 2016, após desentendimento em uma casa noturna.

07/11/2018 09h02 178 acessos

 Polícia Civil prende suspeito de tentar matar garota de 14 anos em Porto Alegre do Norte

Ilustrativa

PUBLICIDADE Skynet

O autor de uma tentativa de homicídio foi preso pela Delegacia de Polícia Judiciária Civil do município de Confresa, na manhã desta terça-feira (06.11), em cumprimento de mandado de prisão do crime ocorrido em Porto Alegre do Norte. 

Alexandro Lino Alves da Silva, 28, estava com a ordem judicial de prisão preventiva em aberta, decretada pelo juízo da Comarca de Porto Alegre do Norte, por homicídio qualificado tentado.

O crime aconteceu na noite do dia 16 de dezembro de 2016, após desentendimento em uma casa noturna. Na época, a vítima estava com 14 anos e acabou entrando em vias de fato com outra garota.

Depois do ocorrido, a menor, ao retornar para casa, foi seguida por duas pessoas em uma motocicleta. O garupa, em posse de uma arma de fogo, efetuou um disparo atingindo a região das costas da adolescente.

Na ocasião, a vítima foi socorrida e encaminhada para o Hospital Municipal de Confresa. No entanto, mesmo com procedimento cirúrgico, a menor sofreu sequelas com debilidade permanente de membros, na função locomotora, incapacidade permanente para o trabalho e deformidade permanente de membros superiores.

Durante diligências para apurar a ocorrência, os policiais civis identificaram os autores da tentativa de homicídio, os quais tiveram os pedidos de prisão preventiva, representados pelo delegado André Rigonato.

Com o mandado de prisão deferido, a equipe da Polícia Civil de Porto Alegre do Norte conseguiu surpreender o acusado no seu local de trabalho.

Investigado por envolvimento em outros crimes praticados na região, Alexandro foi conduzido para Delegacia de Polícia, interrogado e posteriormente transferido para Cadeia Pública da cidade.

FONTE: Assessoria | PJC-MT

PUBLICIDADE

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE