PUBLICIDADE Supermercado Vendão
FALHA NO SISTEMA

PM que abandonou posto é preso depois que armas foram furtadas do Fórum de Ribeirão Cascalheira

Uma dupla de criminosos levou 53 armas do fórum na madrugada de sábado (16).

Eldorado.fm

Redação

18/12/2017 10h24 | Atualizada em 18/12/2017 15h36 917 acessos

PM que abandonou posto é preso depois que armas foram furtadas do Fórum de Ribeirão Cascalheira

Reprodução

PUBLICIDADE Skynet

Uma falha no sistema de segurança facilitou, na madrugada do último sábado (16), o furto de 53 armas de fogo do fórum da cidade de Ribeirão Cascalheira.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do site www.eldorado.fm, dois homens encapuzados e usando luvas, entraram no local após o policial militar de plantão, responsável pela segurança do fórum, ter abandonado o posto de trabalho.

Os criminosos entraram no prédio e serraram as grades internas até chegarem ao local onde ficam guardadas as armas de fogo. Entre as armas levadas pela dupla estão mais de 25 revólveres, espingardas e pistolas. Toda a ação foi registrada pelo sistema de monitoramento do circuito interno de segurança do Fórum.

O Fórum de Ribeirão Cascalheira conta com um efetivo de 5 Policiais Militares, que se revezam em escalas. Ainda de acordo com informações um Sargento reformado da PM, responsável pelo plantão no momento do furto das armas, foi preso em flagrante pelo crime militar de Abandono de Posto.

Várias equipes das Polícias Militar e Civil estão empenhadas em identificar, prender os criminosos e recuperar as armas.

Após o ocorrido um alerta geral foi passado aos militares responsáveis pela segurança dos Fóruns de Mato Grosso determinando que a atenção seja redobrada nos procedimentos de segurança de cada unidade.

ARMAS DESTRUIDAS

Em novembro deste ano, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) encaminhou para destruição mais de 10 mil armas e 30 mil munições, recolhidas de janeiro a novembro deste ano, nas 79 comarcas do Estado. Destas, 349 armas e 865 munições são relacionadas a processos de seis comarcas da Região Araguaia (Vila Rica, Porto Alegre do Norte, São Félix do Araguaia, Barra do Garças, Nova Xavantina e Campinápolis).

O armamento foi destruído pelo 44° Batalhão de Infantaria Motorizado do Exército em Cuiabá no dia 10 de novembro.

>>Leia também:

Bandidos arrombam fórum e levam 53 armas no Araguaia

 

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE