PUBLICIDADE
SEGURANÇA

Autor de latrocínio em Alto Boa Vista é preso em Tocantins

Alguns dias antes da sua prisão, os policiais apreenderam a motocicleta da vítima em poder do suspeito, e o veículo foi restituído a família da vítima.

05/10/2017 08h35 | Atualizada em 05/10/2017 08h56

Autor de latrocínio em Alto Boa Vista é preso em Tocantins

O Repórter do Araguaia

O autor de um latrocínio ocorrido em Alto Boa Vista (1.059 km a Nordeste) teve o mandado de prisão cumprido, no Estado do Tocantins, após ser identificado pela Polícia Judiciária Civil do município. Apontado como autor do homicídio, José Ribamar da Cunha Cardoso, praticou o crime para roubar uma motocicleta da vítima.

As investigações iniciaram no dia 12 de setembro, quando o corpo da vítima foi encontrado já em avançado estado de decomposição, dentro de sua residência, no Assentamento Mãe maria, zona rural de Alto Boa Vista. Segundo os laudos da perícia, a vítima foi assassinada com um disparo de arma de fogo na cabeça.

Durante as diligências, os policiais conseguiram informações que apontavam José Ribamar como autor do crime. Diante dos indícios de autoria, o delegado Valmon Pereira da Silva representou pelo mandado de prisão do suspeito, decretado pela Justiça.

Com a expedição da ordem judicial, os policiais iniciaram as buscas pelo paradeiro do acusado, recebendo a informação de que ele estava na cidade de Porto Nacional (TO). A equipe de Delegacia de Alto Boa Vista entrou em contato e passou as informações para Polícia Civil de Tocantins, que deu cumprimento ao mandado de prisão.

O investigado estava escondido na casa de um amigo onde teve a ordem judicial cumprida. Alguns dias antes da sua prisão, os policiais apreenderam a motocicleta da vítima em poder do suspeito, e o veículo foi restituído a família da vítima.

As investigações e prisão do suspeito foram realizadas pelos policiais civis de Alto Boa Vista, João Paulo Tavares da Costa e Cleuber Gonçalves Filho, coordenados pelo delegado Valmon Pereira da Silva com apoio dos policiais de Tocantins, escrivão Fabrício Frota e investigador Jardiel.

FONTE: PJC-MT

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE