Policia

Mato Grosso registra aumento do número de vítimas de estelionatos através da internet

O levantamento foi feito pela Superintendência do Observatório de Segurança da Secretaria de Estado de Segurança Pública

31/08/2021 12h25 | Atualizada em 31/08/2021 12h30 3 comentarios

Cada vez mais atividades do cotidiano são realizadas pela internet e a dependência desses serviços aumenta os riscos de golpe online. Em Mato Grosso, no primeiro semestre deste ano, os casos de estelionato aumentaram 19% em comparação ao mesmo período do ano passado. Houve 7.491 casos registrados entre janeiro e junho de 2021 e 6.309 no mesmo período de 2020.

O levantamento foi feito pela Superintendência do Observatório de Segurança da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Uma das iniciativas mais comuns dentro do estelionato são os golpes pessoais, aluguel, cobrança indevida e leilão, que representam 28% dos crimes de estelionato.

Outra prática muito comum, é a clonagem do WhatsApp, responsável por 27% das ocorrências registradas em Mato Grosso. Para isso, as pessoas precisam ficar atentas, proteger os dados e desconfiar de qualquer mensagem que chegue pedindo um código. Os criminosos enganam os usuários para obter esse código de verificação. Dessa forma, quando fornecido, o acesso a conta do WhatsApp da vítima fica livre para a aplicação de golpes.

As demais ocorrências registradas em Mato Grosso neste primeiro semestre do ano são: golpes por sites de comércio eletrônico e redes sociais (21%); transação financeira sem autorização do titular, como o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), auxílio emergencial ou empréstimo (12%); boleto e código de barra falso (4%); cartão clonado (4%); SMS ou Link falso que quando acessado furta os dados da vítima (2%); outros golpes (cheque clonado, depósito com envelope vazio, documento falso), com 2%; e golpe do motoboy (1%).

Em Cuiabá, foram 1.827 registros de estelionato entre janeiro e junho de 2021. Houve uma diminuição de 2%, quando comparado com o mesmo período de 2020, quando foram registradas 1.861 ocorrências.

De acordo com a superintendente do Observatório de Segurança Pública, Tatiana Pilger, outro fator que contribuiu para o aumento do estelionato foi à pandemia, visto que as pessoas não saiam de casa e todas as transações eram feitas pela internet. Para isso ela faz um alerta.

“Com a redução da circulação das pessoas, e com o aumento das transações financeiras pela internet, e em muitas ocasiões pelo WhatsApp, o crime acabou migrando, conseguimos observar que houve uma redução dos roubos em geral, o furto e roubo de veículos diminuíram, porém, o estelionato aumentou. Para isso, é preciso ficar em alerta e proteger os dados, não transferir dinheiro sem antes checar com a pessoa, não fazer pagamento sem confirmar o destinatário do boleto, assim como, ter cuidados em sites e nas redes sociais”, pontuou a superintendente.

Como se cuidar - O primeiro passo é nunca passar os dados pessoais a ninguém, assim como não repassar nenhum código fornecido por SMS e nem qualquer outra informação que seja suspeita. Desconfie de preços muito abaixo do valor de mercado.

Outra alternativa para se evitar cair nos golpes, é ter muito cuidado com e-mails de promoções que possuam links. Ao receber um e-mail não solicitado ou de um site, no qual não esteja cadastrado para receber promoções, é importante verificar se realmente se trata de uma empresa confiável.

No caso de aplicativos como WhatsApp e Instagram, que costumam ser clonados, é importante adotar a autenticação de dois fatores ou de duas etapas. É um procedimento simples que, se ativado, exigirá, além do código de ativação, mais uma senha para acesso da rede social em outro aparelho ou na web

Onde denunciar - A vítima que cair neste golpe de estelionato, pode recorrer à Delegacia Especializada de Estelionato e outras fraudes, localizada no interior da 3ª Delegacia de Polícia, na avenida Dante Martins de Oliveira, s/n, bairro Planalto, em Cuiabá, ou por meio do telefone (65) 3901-4246.

Ou ainda se preferir o cidadão pode registrar a ocorrência pela delegacia virtual pelo site: https://portal.sesp.mt.gov.br/delegacia-web/pages/home.seam. Outra alternativa é site: e-denuncias: https://portal2.sesp.mt.gov.br/e-denuncias

3 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. I really enjoyed reading your articles. Very interesting information, thanks for sharing. 789bet vip

  2. Spin onlineเกมสล็อต ออนไลน์ ได้เงินจริง get money for sure. Must be this formula! Before starting to play slots, friends need to set their friends' budgets. Friends don't waste money on titles. Avoid spending money on the last winning position. Once your friends reach their budget, they can stop playing the game.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE