PUBLICIDADE
Policia

Casal suspeito de matar contador a tiros em Querência é preso na capital do Tocantins

Na ocasião, os suspeitos teriam adentrado o escritório do contador Danilo Zortea e efetuaram os disparos de arma de fogo

27/03/2021 22h21 | Atualizada em 31/03/2021 11h15

Já estão à disposição do poder judiciário do Estado de Mato Grosso na Carceragem do Sistema Prisional do Tocantins um homem e uma mulher apontados como os principais suspeitos de terem assassinado a tiros um contador Danilo Zortea na cidade de Querência, no estado de Mato Grosso, crime ocorrido no último dia (15 /03/21).

De acordo com informações apuradas pela Agência Tocantins, o casal foi preso na manhã deste sábado (27/03/21), por policiais civis da 1ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DEIC de Palmas). Ainda segundo apurou a reportagem, o casal foi preso na região norte de Palmas em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, expedido pela vara criminal de Querência/MT.

A ação policial foi coordenada pelo delegado-chefe da 1ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DEIC de Palmas), Eduardo Menezes, policiais civis deram cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem e uma mulher. Os dois foram capturados na manhã deste sábado, 27, em Palmas, após levantamento e cruzamento de dados que permitiram identificar a localização de onde estavam.

De acordo com o delegado responsável pelas prisões, Eduardo Menezes, as investigações da Polícia Judiciária Civil do Mato Grosso apontaram que o homem e a mulher são os principais suspeitos de executar o contador Danilo Zortea, na cidade de Querência em Mato Grosso. O crime foi praticado em 15 de março deste ano. Na ocasião, os suspeitos teriam adentrado o escritório do contador e efetuaram disparos de arma de fogo, sendo que quatro dos tiros acertaram a cabeça da vítima, que veio a óbito no local.

Após ser capturado, o casal foi conduzido para a Sede da DEIC em Palmas, onde foi dado cumprimento às ordens judiciais e posteriormente foram colocados à disposição do poder judiciário, o homem na carceragem da Casa de Prisão Provisória de Palmas – CPPP e a mulher na carceragem da Unidade Prisional Feminina de Palmas – UPF. Segundo a autoridade policial, ambos agora aguardam o recambiamento para Mato Grosso onde responderão ao crime que lhe está sendo atribuído.

FONTE: Radio Eldorado FM 87, 9 com Assessoria

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE