PUBLICIDADE Supermercado Vendão
SOCIAL

Assistência Social realiza caminhada em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra crianças e adolescentes em Vila Rica

As pessoas precisam ser vigilantes e denunciar os casos de abusos sexuais contra crianças e adolescentes.

18/05/2019 12h43 | Atualizada em 18/05/2019 12h48 1 comentario

Assistência Social realiza caminhada em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra crianças e adolescentes em Vila Rica

Reprodução

Uma caminhada pela Avenida Brasil centro de Vila Rica, lembrou o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, na manhã desta sexta-feira, 17 de Maio.

Promovida pela Prefeitura de Vila Rica, através da Secretaria Municipal de Assistência Social do município em parceira com Secretaria de Educação a caminhada contou com apoio da equipe do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), Promotoria, Polícia Militar e Escolas Municipais e Estaduais.

A semana de combate à violência contra crianças e adolescentes, teve como marco a caminhada de conscientização pelo centro da cidade com o tema: “Faça Bonito: Proteja Nossas Crianças e Adolescentes” a ação visa alertar e conscientizar a população do compromisso no enfrentamento da violência sexual de crianças e adolescentes.

O objetivo do evento segundo a secretária de Assistência Social Lucy Meiry, é chamar a atenção da comunidade e conscientizar a população sobre a importância de denunciar os casos de violência e abuso sexual contra menores, proporcionando amparo e proteção às vítimas.

Participaram da caminhada; O Dr. Carlos Promotor de Justiça, Secretário de Educação Ademar  Schimtt, Secretária adjunta de Asistêcia Social Célia de Fátima, Coordenadora do CRAS Patrícia Assunção, Assistente Social Lara Araújo, A Psicóloga Denise da Silva Nery, gestora do bolsa família Rosangela Posca, chefe de habitação Joice Costa, APE e vários professores da rede estadual e municipal.

Sobre a data

Araceli Cabrera Sánchez Crespo (Vitória, 2 de julho de 1964 – Vitória, 18 de maio de 1973) foi uma criança brasileira assassinada violentamente em 18 de maio de 1973 por Paulo Constanteen Helal e Dante Michelini. Seu corpo foi encontrado somente 6 dias depois, desfigurado por ácido e com marcas de extrema violência e abuso sexual.

Os autores do crime, pertencentes a famílias influentes do Espírito Santo, jamais foram condenados, mesmo com fortes evidências de que este não foi o primeiro crime da dupla. Posteriormente, a data da morte de Araceli foi transformada no Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes pelo Congresso Nacional.

Denúncia

As pessoas precisam ser vigilantes e denunciar os casos de abusos sexuais contra crianças e adolescentes. O telefone que o denunciante pode utilizar sem precisar ser identificado é o disque 100. A ligação é gratuita.

FONTE: Assessoria de Imprensa | Israel Monteiro

1 COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Foi uma passeata tão linda, feito com tanto carinho pelos professores e alunos, sem falar no tema de extrema importância e não foi postado foto da passeata! Só uma única fotinha ... Aff.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE