PUBLICIDADE Supermercado Vendão
FALHA MECÂNICA

Seripa aponta falha no motor como causa da queda de avião que se partiu ao meio em Vila Rica

Na data da queda, que o avião havia sido impedido de decolar da fazenda em Santa Cruz do Xingu – que fica a cerca de 180 km do município.

11/05/2019 12h12 | Atualizada em 11/05/2019 12h21

Seripa aponta falha no motor como causa da queda de avião que se partiu ao meio em Vila Rica

Danilo Trindade

O Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes, o Seripa, apontou que o monomotor Neiva, modelo EMB-711ST, que caiu na sexta-feira passada quando tentava fazer um pouso no aeroporto municipal de Vila Rica (1,2 mil km de Cuiabá) sofreu uma falha no motor.

“A aeronave decolou de local não homologado ou registrado, com destino ao aeródromo de Vila Rica, a fim de realizar o transporte de pessoal, com um piloto e dois passageiros a bordo. Na curta final foi percebido que as luzes de confirmação de trem de pouso travado em baixo não estavam acesas. Ao iniciar o procedimento de arremetida, o motor da aeronave falhou e foi realizado um pouso forçado. A aeronave teve danos substanciais. O piloto e os passageiros saíram ilesos”, apontou o Seripa em um registro preliminar. O caso ainda segue sendo investigado para apontar o que teria causado a falha do motor.

O investigador chefe da Polícia Civil de Vila Rica, Ednir Paulista informou, ao Só Notícias, na data da queda, que o avião havia sido impedido de decolar da fazenda em Santa Cruz do Xingu – que fica a cerca de 180 km do município – que está em processo de reintegração de posse e, por isso, a Polícia Militar foi até o local para liberar a decolagem e prendeu dois homens por posse ilegal de arma de fogo.

FONTE: Só Noticias

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE