PUBLICIDADE Supermercado Vendão
VILA RICA 32 ANOS

Encontro em Vila Rica discute logística para o corredor Centro-Norte de MT

O evento abordou a atual situação da BR-158, a capacidade de produção da região norte Araguaia, os corredores estratégicos e outros temas.

15/05/2018 15h43 | Atualizada em 15/05/2018 16h07 415 acessos

Encontro em Vila Rica discute logística para o corredor Centro-Norte de MT

Eldorado.fm

PUBLICIDADE Skynet

Há dois dia,  a diretoria da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) percorre municípios na região do Araguaia para conversar com produtores e presidentes de sindicatos rurais.

Na manhã de quinta-feira (10/05), participou da solenidade oficial de abertura do XXXI Encontro sobre o Corredor Centro-Norte – Fronteiras Agrícolas, Oportunidades e Logística, no parque de exposições de Vila Rica. O evento faz parte da programação do 32º aniversário do município.

O evento abordou a atual situação da BR-158, a capacidade de produção da região norte Araguaia, os corredores estratégicos e outros temas. Contou com a presença de produtores rurais, presidentes de sindicatos rurais, investidores, empresários, lideranças políticas e estudantes.

O presidente do Sistema Famato Normando Corral fez parte do dispositivo de honra do evento ao lado do presidente do Sindicato Rural de Vila Rica Anízio Vilela Neto, prefeito municipal, Abmael Borges, presidente da Câmara de Vereadores, José da Silva Lima, deputado estadual Baiano Filho, ex-ministro da Agricultura Neri Geller e outras lideranças da região.

“A vocação de uma região como essa é a produção agropecuária, não tenho dúvida disso. Portanto, as oportunidades de crescimento estão aí e nós não podemos deixar de unir a vocação com a oportunidade, pois somente unindo as duas chegaremos ao sucesso. Se tivermos o cuidado de mostrar a vocação que temos de produzir e produzir com qualidade, e mostrar provas de que somos capazes disso, não precisaremos tão somente do Poder Público, porque diferente de anos atrás, hoje em dia há pessoas e empresas privadas dispostas a investir e fazer o que o Poder Público não consegue. Se eles verem que a produção é boa o investimento vem e aí vamos conseguir ir mais além”, disse Corral.

Segundo o presidente do sindicato Anísio Neto, o XXXI Encontro deu um grande passo para alcançar soluções para os problemas de logística do estado. O setor produtivo, entidades do agronegócio e o legislativo municipal de Vila Rica produziram duas cartas abertas, que foram assinadas por autoridades e lideranças para serem encaminhadas ao Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil e ao governador Pedro Taques.

“O conteúdo das cartas implica diretamente no pedido de soluções emergenciais para os gargalos de logística da região Nordeste e do estado. Nela, apontamos a realidade da região e esperamos que o governador do estado e o ministro dos transportes olhem para o Araguaia e tragam a tão sonhada pavimentação da BR-158 e atendam as demais necessidades, e com isso reconheça o valor do Araguaia para o desenvolvimento de Mato Grosso”, apontou Neto.

A carta que será encaminhada ao ministro informa que a BR-158, principal corredor para escoamento da produção do nordeste de Mato Grosso e do sudeste do Pará, está com sérios problemas de deterioração. Em um trecho da carta há um pedido de urgência na solução do problema, visto que iniciou o período de seca, abrindo a janela para a realização de obras na região. A carta também afirma que existe um projeto “parado” no DNIT.

Já a carta para o governador diz que a MT-431, que liga os municípios de Santa Terezinha, Vila Rica e Santa Cruz do Xingu, é uma via de extrema importância para a região por cortar grandes áreas aptas à produção de grãos que irrigam o eixo principal que é a BR-158, com isso reduz o custo de produção e favorece o desenvolvimento dos municípios. Sendo assim, o documento pede o asfaltamento da MT-431 que fortalecerá o agronegócio regional e estadual.

FONTE: Equipe BeefPoint

PUBLICIDADE

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE