PUBLICIDADE
OPORTUNIDADE

IBGE inicia inscrições de seletivo do Censo Agro 2017 com 4 vagas para Vila Rica

De acordo com o edital do IBGE, a previsão de duração do contrato de trabalho será de até 5 meses.

Eldorado.fm

Redação

23/10/2017 16h34 | Atualizada em 24/10/2017 15h57

IBGE inicia inscrições de seletivo do Censo Agro 2017 com 4 vagas para Vila Rica

Reprodução

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) iniciou nesta segunda-feira (23) as inscrições para o processo seletivo simplificado que vai preencher 1.152 vagas temporárias para a realização do Censo Agropecuário 2017. Candidatos podem se inscrever até o dia 6 de novembro em um dos postos de inscrição do IBGE, conforme lista divulgada no site. Não serão cobradas taxas de participação.

As oportunidades são para o cargo de recenseador, que requer ensino fundamental completo e aptidão física e mental para o exercício das atribuições da função. A retribuição mensal será por produção, calculada por setor censitário, e a jornada de trabalho é de, no mínimo, 25 horas semanais.

Do total de vagas, 04 são para Vila Rica. Os interessados devem realizar as inscrições no posto de inscrição, localizado na sede da Prefeitura Municipal, na Av. Brasil, Nº 2000, Bairro Bela Vista, em horário de expediente. Os candidatos inscritos no processo seletivo do IBGE serão avaliados por meio de análise de títulos, de caráter classificatório.

O edital disponibiliza também vagas para outras cidades da região Norte Araguaia como: Confresa (05) e Santa Terezinha (01), entre outras cidades. Nestas duas cidades as inscrições devem ser realizadas no Posto de Coleta de Confresa, na Rua Mato Grosso, Nº 63, Centro, próximo a Prefeitura Municipal.

No ato da inscrição, após ter preenchido devidamente o Requerimento de Inscrição, o candidato deverá apresentar ao atendente do Posto de Inscrição do IBGE, original e cópia do seu documento de identidade, bem como original e cópia de cada um dos seus títulos (titulação acadêmica).

De acordo com o edital do IBGE, a previsão de duração do contrato de trabalho será de até 5 meses. O candidato contratado terá o seu desempenho avaliado mensalmente, observados os fatores: cumprimento de prazos e produtividade.

Veja o edital do processo seletivo no site do IBGE

CENSO AGROPECUÁRIO 2017

O objetivo do censo é mostrar a realidade da produção agropecuária brasileira, algo que não é amplamente realizado há 11 anos, quando ocorreu a última edição da pesquisa. O IBGE realiza outros levantamentos, como a Produção da Pecuária Municipal, a Produção Agrícola Municipal e as Trimestrais da Agropecuária: o Censo, no entanto, é a única que recolhe dados de todos os estabelecimentos produtores, além de servir como subsídio para as outras. Por isso, tem a abrangência de um retrato do campo brasileiro.

O Censo Agropecuário fará a coleta dos dados até fevereiro de 2018, adotando-se como referência o período de 1º de outubro de 2016 a 30 de setembro de 2017, ao qual deverão estar relacionados os dados sobre a propriedade, produção, área, pessoal ocupado, etc. A data de referência adotada para a pesquisa é 30 de setembro de 2017, a qual estarão referidas as informações sobre estoques, efetivos da pecuária, da lavoura permanente e da silvicultura, entre outras totalizações.

Os resultados do Censo Agro constituem-se em fonte única de informações fundamentais para a formulação e avaliação de políticas públicas, para estudos acadêmicos, desenvolvimento de projetos de instituições de pesquisa e para decisões quanto a investimentos públicos e privados. Propiciam também análises comparativas de indicadores agropecuários e ambientais de organismos nacionais e internacionais, como é o caso dos indicadores para monitoramento dos objetivos de desenvolvimento sustentável.

O Censo Agropecuário é essencial para: o dimensionamento de áreas cultiváveis, dos níveis de produção de alimentos e da criação animal; a sinalização da utilização e aplicação dos implementos e instrumental agrícola; a quantificação de trabalhadores rurais e sua estratificação em idade, gênero, escolaridade, etc.; e a classificação dos padrões de obtenção e ocupação do território nacional em atividades agropecuárias.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE