Curiosidades

Autoridades debatem ações do DSEI Araguaia referentes à saúde dos indígenas da Ilha do Bananal

Os presentes realizaram varios debates sobre questões referentes ao atendimento da Saúde dos indígenas das aldeias

08/09/2021 11h04 | Atualizada em 11/09/2021 09h02

PUBLICIDADE

Autoridades de municípios que compõem o Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Araguaia, responsável pela saúde das etnias indígenas da Ilha do Bananal  se reuniram na cidade de São Félix do Araguaia, em Mato Grosso para o Primeiro Encontro de Articulação Interfederativa do (DSEI) Araguaia.

Durante o evento os presentes realizaram varios debates sobre questões referentes ao atendimento da Saúde dos indígenas das aldeias que ficam nos municípios de Pium, Lagoa da Confusão, Formoso do Araguaia e que são atendidos nos municípios de São Félix do Araguaia e Santa Terezinha, no estado vizinho.

Uma das principais pautas defendidas e solicitadas pela gestão municipal foi o pedido da implantação da Roça Comunitária para as aldeias, a qual visabiliza a produção de mandioca, entre outros plantios.

 Para o prefeito de Pium, Dr. Valdemir Barros, o encontro demonstra a preocupação da atual gestão com a garantia da saúde dos povos indígenas que habitam no município. A reunião contou com a participação de representantes das várias aldeias indígenas situadas na Ilha do Bananal.

DSEI -  O Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) é a unidade gestora descentralizada do Subsistema de Atenção à Saúde Indígena (SasiSUS). Trata-se de um modelo de organização de serviços – orientado para um espaço etno-cultural dinâmico, geográfico, populacional e administrativo bem delimitado – que contempla um conjunto de atividades técnicas que se fundamentam em medidas racionalizadas e qualificadas de atenção à saúde. Além disso, promove a reordenação da rede de saúde e das práticas sanitárias por meio de atividades administrativo-gerenciais necessárias à prestação da assistência, com base no Controle Social.

No Brasil, há 34 (trinta e quatro) DSEI divididos estrategicamente por critérios territoriais, tendo como base a ocupação geográfica das comunidades indígenas, não obedecendo assim aos limites dos estados. Sua estrutura de atendimento conta com unidades básicas de saúde indígenas, polos base e as Casas de Apoio a Saúde Indígena (CASAI).

FONTE: Redação de Jornalismo da Eldorado FM

PUBLICIDADE