PUBLICIDADE
GRAVADA POR ELEITORA

Áudio revela primeira-dama comprando voto em Jaciara

Os áudios gravados foram encaminhados à Justiça Eleitoral .

10/11/2020 11h02 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Áudio revela primeira-dama comprando voto em Jaciara

REPRODUÇÃO

A coligação “Para o bem de Jaciara”, que tem como candidata a prefeita, Andreia Wagner (PSB), denunciou a primeira- dama do município por compra de votos para o atual prefeito, Abduljabar Galvin Mohammad, o Abdo (PSDB). Os áudios gravados foram encaminhados à Justiça Eleitoral (Ouça áudio no fim da matéria).  

A compra de voto teria ocorrido no dia 3 de novembro durante um evento denominado "Momento Mulher", organizado por Luciana Cristina dos Santos, que além de primeira-dama, é também secretária de Assistência Social e Cidadania do município de Jaciara.  

No final do evento, Luciana teria oferecido a eleitora R.C.M, emprego e o ingresso no programa "Aluguel Social" da prefeitura, em troca de seu voto e seu apoio nas redes sociais para a reeleição de Abdo.  

No áudio, Luciana diz: " (...) a gente tem um aluguel social, você quer fazer?", questiona a primeira, com a eleitora concordando. "Hum, pode ser", responde.  "Porque ai consigo pra você dois meses, três até você se restabelecer", continua Luciana, que logo em seguida pede que a eleitora a ajude. "Ai eu vou precisar que você nos ajude", completa.  

Como resposta, a eleitora diz que fará, e logo em seguida Luciana continua: "mas tem que estar firme nos stories", diz.   "Pode deixar, eu já vou chegar em casa eu já vou apagar aqueles cão das minhas redes sociais", diz a eleitora.

"Tem que ficar com a gente. E depois a gente continuando se você quiser uma oportunidade de trabalho, como esse aqui na prefeitura, a gente, eu faço o possível pra colocar você também", diz a primeira dama, que houve como resposta. "Ai, graças a Deus".   Já em um segundo áudio gravado por R.C.M, Luciana pede que a eleitoral procure na secretaria uma tal de "Rose", que iria incluir a eleitoral no "Aluguel Social".  

No pedido, a defesa da candidata Andreia Wagner, os áudios comprovariam a "doação, oferta, promessa ou entrega de bem ou dádiva, inclusive emprego ou função pública", por parte da campanha do atual prefeito e que  configuraria a compra de votos.  

"Por tudo quanto exposto, resta evidente a prática de captação ilícita de sufrágio disposto no artigo 41-A da Lei 9.504/1997, devendo nos termos do dispositivo legal ser aplicada a pena de cassação do registro ou do diploma dos representados, bem como a aplicação de multa e declaração de inelegibilidade a representada", completa a defesa.  

Ainda de acordo com os advogados de Andreia Wagner, a gravação feita pela eleitora, seria lícita, já que foi realizada "por um dos interlocutores, em ambiente público (reunião política), não configura qualquer ilicitude".  

Além do pedido de cassação do registro de candidatura, a candidata Andreia Wagner pede que aplicadas as "demais penalidades advindas da condenação (multa e inelegibilidade), em especial em relação a representada Luciana, autora do ilícito".  

Outro lado  

A assessoria de imprensa da coligação se posicionou sobre o caso por meio de nota.

"A coligação “Jaciara no Caminho Certo” repudia a tentativa baixa e covarde de um suposto áudio de compra de voto em Jaciara. A primeira-dama, Luciana Santos, sempre trabalhou com afinco e dedicação para o bem-estar e melhora de vida dos que mais precisam.

O áudio não reflete em nada a realidade de Jaciara e se trata de montagem para prejudicar a campanha limpa e propositiva do prefeito Abdo. É uma notícia plantada pelo desespero que toma conta da candidatura rival.

Em nenhum momento há tentativa de compra de voto, algo que o prefeito Abdo e a primeira-dama Luciana repudiam. Mais uma vez a candidata adversária busca ataques sem fundamentos, com mentiras, usando a velha política suja e de caráter duvidoso.

A campanha à reeleição do prefeito Abdo irá seguir da mesma forma, com propostas e mostrando as diversas obras e melhorias. As medidas jurídicas serão tomadas para apurar os autores da montagem e das mentiras novamente veiculadas".

FONTE: GAZETA DIGITAL

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE