PUBLICIDADE
QUERÊNCIA

Pecuarista deve comunicar a vacinação contra febre aftosa até segunda-feira (22)

O produtor que não puder comunicar via e-mail, pode dirigir-se até a unidade do Indea.

22/06/2020 08h35 | Atualizada em 22/06/2020 08h43

Pecuarista deve comunicar a vacinação contra febre aftosa até segunda-feira (22)

Reprodução

QUERÊNCIA – O pecuarista que ainda não comunicou a vacinação contra a febre aftosa junto ao Indea tem somente até segunda-feira (22) para fazê-lo. O prazo, que inicialmente encerraria neste sábado (20), foi estendido por mais dois dias. A informação é médica veterinária do Indea, Elisângela dos Santos França.

Elisângela lembra aos pecuaristas que a comunicação pode ser feita via e-mail, bastando acessar o site do Indea e preencher a folha de comunicação ( http://www.indea.mt.gov.br/documents/363967/14230743/FORMUL%C3%81RIO+OK+%281%29.pdf/20714d4d-05af-cc5d-8eea-6f99f3bb0963 ). Após preenchida, basta enviar a folha e a Nota Fiscal ao e-mail ule_querencia@indea.mt.gov.br.

O produtor que não puder comunicar via e-mail, pode dirigir-se até a unidade do Indea, que fica na Rua A-16 Setor A. Mas o produtor deve atentar-se também ao horário. Em função do Decreto Estadual nº 520/2020, devido a pandemia do novo coronavírus, o Indea está atendendo em horário reduzido, sendo das 07:30h as 13:30h, ininterruptamente.

Segundo Elisângela, até o início da semana já havia sido comunicada a imunização de 95,81% do gado em 79,84% das propriedades do município com rebanho de bovinos.

O produtor que não informar o Indea até o dia 22 de junho terá como penalidade a suspensão do cadastro por no mínimo 30 dias, ficando impossibilitado de emitir Guia de Trânsito Animal (GTA), para qualquer finalidade.

Vacinação contra febre aftosa termina nesta quarta (10)

QUERÊNCIA – Os pecuaristas mato-grossenses têm até amanhã, quarta-feira (10/06) para vacinar o rebanho estadual de quase 30 milhões de cabeças de gado contra a febre aftosa. A comunicação da vacinação deve ser feita até 20 de junho, por e-mail ou presencialmente.

O pecuarista pode pagar multa de uma UPF (Unidade de Padrão Fiscal), equivalente a R$ 151,65 por animal não vacinado, caso não comprove ao Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) a vacinação do seu rebanho contra a febre aftosa.

Segundo a médica veterinária do Indea de Querência, Elisângela dos Santos França, até o momento foi comunicada a imunização de 87,26% do gado em 60,9% das propriedades do município com rebanho de bovinos. Nesta etapa são imunizados todos os animais, de mamando a caducando.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o Indea possibilitou que o pecuarista realize a comunicação da vacinação contra febre aftosa via e-mail. Desta forma evita-se a aglomeração de pessoas nas unidades de atendimento.

Para proceder com a comunicação via e-mail, basta o pecuarista acessar o formulário para comunicação, preencher corretamente os dados e encaminhar ao e-mail: ule_querencia@indea.mt.gov.br, junto à Nota Fiscal.

Brucelose

Já a campanha de vacinação contra a Brucelose segue até o dia 30 de junho. Diferente da vacinação contra a febre aftosa, esta campanha não sofreu prorrogação. Portanto, o pecuarista deve estar atento ao prazo de vacinação e comunicação junto ao Indea.

A vacinação contra a Brucelose deve ser feita em fêmeas de 3 a 8 meses de idade, com a vacina B-19.

Esta etapa de vacinação teve início no dia 1º de janeiro e encerra dia 30 de junho. A comunicação deve ser feita presencialmente junto ao Indea até o dia 02 de julho.

O Indea de Querência atende na Rua A-16 Setor A, das 07:30h às 11:30h e das 13:30hs às 17:30hs.

FONTE: noticiasinterativas.com.br

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE