PUBLICIDADE
ABUSOS SEM FIM

Energisa bate recorde em reclamações por clientes em MT

Maioria das reclamações é por cobrança abusiva em contas.

12/02/2020 10h41 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Energisa bate recorde em reclamações por clientes em MT

Ilustrativa

O Procon estadual contabilizou 4.440 registros em janeiro de 2020, o que representa um aumento de 75% em relação ao primeiro mês de 2019. Foram 2.911 atendimentos na forma presencial, via Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), e 1.529 online, pela plataforma www.consumidor.gov.br.

Pelo Sindec, a área de “Serviços essenciais” se mantém no topo do ranking de janeiro de 2020, com 1.728 registros - quase 60% do total de registros via sistema. Energia elétrica, através da empresa Energisa, segue como o assunto mais reclamado: 1.115 reclamações registradas. Atrás de energia aparecem: “Água/Esgoto”, com 314 reclamações, e “Telefonia Celular”, com 176. 

Nesses três assuntos que ocupam o topo do ranking, a cobrança indevida/abusiva é o problema mais reclamado pelos consumidores, sendo: “Energia elétrica” com 1.027; “Água/esgoto”, 287; e “Telefonia Celular”, com 105. Em segundo lugar no ranking aparece a área de de "Assuntos Financeiros", que fechou janeiro com 552 reclamações, sendo: 158 registros para o assunto “Cartão de Crédito”, 148 para "Banco comercial" e 104 para “Financeira”. 

A terceira posição ficou com a área “Produtos”, com 326 registros. Para o assunto “Combustível Automotivo (Gasolina, Álcool, Diesel, Gás)” foram 66 reclamações; “Telefone (Convencional, Celular, Interfone, Etc.)”, 33; e “Eletroeletrônico Importado”, 17.

A área “Serviços Privados” ficou na quarta posição, com 229 registros. No assunto “Escola (Pré, 1º, 2º Graus e Superior)” foram registradas 34 reclamações; “Estabelecimento comercial (supermercado, loja, padaria, locadora, frutaria, etc.)” teve 33; e “TV Por Assinatura (Cabo, Satélite, Etc.)”, 23 registros. 

A área “Saúde” ocupa o quinto lugar do ranking com 62 reclamações. Em seguida aparece a área “Habitação” com 10 registros. A sétima e última posição do ranking é ocupada pela área "Alimentos", com quatro registros. 

Pela plataforma www.consumidor.gov.br o Procon Estadual registrou 1.529 reclamações em janeiro deste ano. A área ''Serviços Financeiros” lidera com 539 reclamações. Em segundo lugar estão ''Telecomunicações'', com 482  reclamações; e em terceiro, “Água, energia e Gás”, com 83. 

FONTE: Folha Max

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE