PUBLICIDADE
FINAL DE ANO

JBS dá férias coletivas e coloca pressão na arroba

Companhia disse, em comunicado, que a medida faz parte do planejamento de final de ano e que está dentro da normalidade de suas operações.

16/12/2019 11h57 | Atualizada em 16/12/2019 12h03 2 comentarios

JBS dá férias coletivas e coloca pressão na arroba

Reprodução

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira, 12 de dezembro, a JBS informou que vai paralisar temporariamente onze de suas unidades de abate de bovinos da Friboi no Brasil, a partir da próxima semana, concedendo férias coletivas aos funcionários.

As plantas voltarão a funcionar a partir da primeira quinzena de janeiro de 2020. Segundo a companhia, a medida faz parte de um planejamento de produção para este período do ano, adotado já faz alguns anos.

De acordo com uma reportagem do Valor Econômico, com uma avaliação de uma fonte da indústria, estes tipos de movimentos servem para “proteger as margens”. “Por comparação, o negócio de carne bovina da JBS no país é mais dependente do mercado interno na comparação com outros concorrentes. Nos atuais preços do boi gordo, as contas dos abatedouros que concentram as vendas no Brasil não fecham”, analisa outra fonte.

Esse parece ser um caso de alguns dos abatedouros de bovinos que serão paralisados temporariamente. A reportagem do Valor apurou que as unidades da JBS em Alta Floresta, Colíder e Confresa, em Mato Grosso, e Redenção, no Pará, estão na lista dos abatedouros que darão férias coletivas. “Nenhum deles têm habilitação para exportar para a China, o mercado que melhor remunera”, afirmam.

FONTE: PORTAL DBO

2 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. https://www.google.com/

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE