PUBLICIDADE Supermercado Vendão
CHUVA

Chove em 5 municípios de Mato Grosso após meses de estiagem

Em Guarantã do Norte, moradores relataram que não havia registro de chuvas com grandes volumes há quase um ano.

19/09/2019 17h49 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Chove em 5 municípios de Mato Grosso após meses de estiagem

Ilustrativa

Os moradores de Alta floresta, Paranaíta, Nova Bandeirantes, Guarantã do Norte e Lucas do Rio Verde comemoram a chegada da chuva, nessa quarta-feira (18), após meses de estiagem. Em Guarantã do Norte, por exemplo, moradores relataram que não havia registro de chuvas com grandes volumes há quase um ano.

A moradora de Guarantã do Norte Jaíne Aparecida afirmou que o tempo seco e a poeira estavam causando danos à saúde e que, com a chuva, já deu para perceber a melhoria na umidade relativa do ar.

“Foi uma chuva com bastante volume de água. Começou pela manhã e parou por volta do meio dia. Durante a tarde voltou a chover. O clima continua quente, mas a umidade melhorou”, disse.

Em Alta Floresta, não chovia há mais de quatro meses. Segundo a prefeitura, na tarde de quarta-feira, houve chuva com vento por cerca de 30 minutos, mas sem estragos.

A prefeitura afirmou que também choveu nos municípios vizinhos, Paranaíta e Nova Bandeirantes.

Outra cidade em que não chovia há meses e choveu na tarde de ontem é Lucas do Rio Verde.

Previsão até o fim de semana:

  • Alta floresta: mínima 21°C e máxima 41°C
  • Paranaíta: mínima 21°C e máxima 38°C
  • Nova Bandeirantes: mínima 21°C e máxima 36°C
  • Guarantã do Norte: mínima 18°C e máxima 41°C
  • Lucas do Rio Verde: mínima 21°C e máxima 39°C

Já em Cuiabá não chove há mais de quatro meses e não tem previsão de chuva de grandes volumes até o fim deste mês.

A previsão, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), é de que ocorram pancadas de chuvas isoladas no sábado (21). No entanto, as temperaturas devem continuar variando entre 25°C e 40°C.

A umidade relativa do ar também permanece abaixo da média, com um índice entre 18% e 38%.

 

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE