PUBLICIDADE Supermercado Vendão
ESTADO CRÍTICO

651 focos de incêndios florestais são registrados em dois dias em MT

Apenas entre os dias 16 e 18 deste mês, foram 651 focos de calor registrados em MT.

21/08/2019 09h07 | Atualizada em 21/08/2019 09h13

651 focos de incêndios florestais são registrados em dois dias em MT

Reprodução

Incêndios florestais e queimadas tiveram um aumento significativo em 2019. Apenas entre os dias 16 e 18 deste mês, foram 651 focos de calor registrados em Mato Grosso, de acordo com o Corpo de Bombeiros.

As queimadas no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães e do Parque Estadual Serra de Ricardo Franco exemplificam o estado alarmante de destruição da fauna e da flora das regiões. 

Segundo o Boletim Informativo do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), do Corpo de Bombeiros, o estado apresentou 41% de aumento no número de focos de calor, em 2019 , em comparação com o mesmo período de 2018. 

Mesmo com a chuva que atingiu parte de Cuiabá nesta segunda-feira (19) e aumentou a taxa de umidade relativa do ar, os incêndios não foram apaziguados. Conforme explicou o major Antônio Marco Guimarães, o aumento da umidade e a redução da temperatura causam apenas um alívio temporário. 

Para as próximas semanas em todo o estado, há a estimativa de temperaturas altas e ar seco. 

Cenário nacional

Nesta segunda-feira (19), o céu da metrópole São Paulo amanheceu entre nuvens. O cenário apocalíptico foi decorrente das queimadas observadas principalmente no Acre e em Rondônia, na região Norte do país. 

De acordo com a medição do programa de queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o número de focos de queimadas cresceu 70% neste ano, se comparado ao mesmo período de 2018. 

FONTE: Gazeta Digital/Ana Flávia Corrêa

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE