PUBLICIDADE Supermercado Vendão
ATRASO NO PAGAMENTO

Com salário atrasado, professores da Unemat entram em greve

Decisão foi tomada durante assembleia da associação que representa os professores. A universidade tem cerca de 15 mil estudantes e 1,2 mil professores.

14/11/2017 09h17 | Atualizada em 14/11/2017 09h41 81 acessos

Com salário atrasado, professores da Unemat entram em greve

Divulgação/Unemat

PUBLICIDADE Skynet

Os professores da Universidade de Mato Grosso (Unemat) decidiram entrar em greve nesta segunda-feira (13). A decisão foi tomada durante assembleia da Associação dos Docentes da Universidade do Estado de Mato Grosso (Adunemat), que representa os professores dos 13 campi da instituição. Eles cobram o pagamento dos salários do mês de outubro que ainda não foram pagos pelo governo.

Por meio de assessoria, a Unemat afirmou que a reitoria ainda não foi notificada sobre a greve.

Além do salário, os professores decidiram entrar em greve contra a aprovação da PEC dos gastos, que limita os gastos públicos nos estados por 10 anos e o escalonamento dos salários dos servidores públicos.

A universidade tem cerca de 15 mil estudantes e 1,2 mil professores. A Adunemat representa aproximadamente 800 profissionais.

Atraso no pagamento

Até o prazo final para o pagamento – na sexta-feira (10), o governou havia quitado 88% da folha de pagamento e pagado aposentados e funcionários que recebem menos de R$ 5 mil.

A expectativa do governo é de que os 12% dos servidores que ainda não receberam – que somam 12,3 mil funcionários, sejam pagos até o dia 22 deste mês.

“Professores de universidade, delegados, enfermeiros, estão todos sem salátrio até hoje. O que nós queremos é que o governo tenha compromisso e priorize a folha de pagamento como está previsto na legislação vigente”, afirmou o representante do Fórum Sindical, Oscarlino Alves.

Em nota, o governo havia alegado que o atraso se deu por causa da frustração com a arrecadação. De janeiro até setembro deste ano, o estado arrecadou 9% a menos que o previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA).

FONTE: G1 MT

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE