PUBLICIDADE

Servidores da Secretaria de Assistência Social de Vila Rica aderem a Mobilização em Defesa do SUAS

Para a Secretária Municipal de Assistência Social, Lucy Meiry, em Vila Rica, essa redução pode significar o fechamento do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

28/09/2017 16h03 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Servidores da Secretaria de Assistência Social de Vila Rica aderem a Mobilização em Defesa do SUAS

Divulgação

A Administração Municipal através da Secretaria de Assistência Social de Vila Rica realizará nesta quinta-feira, 28, uma mobilização no CRAS, em defesa da recomposição do Orçamento Federal destinado ao Sistema Único de Assistência Social (SUAS) para o exercício de 2018.

De acordo com a proposta Orçamentária enviada pelo Governo Federal ao congresso Nacional para o exercício de 2018 destinado aos serviços, programas e ao apoio a gestão de 27 unidades da federação e 5.561 municípios brasileiros, haverá redução de 98,05% para a manutenção da atual rede de serviços e programas existentes.

A mobilização vem chamar a atenção dos agentes políticos para o compromisso dos investimentos através dos três entes Federados, sem interrupção, pois assim os usuários da Assistência Social não terão seus direitos lesados.

Diante da Situação, a Secretaria se mobiliza para encorpar o movimento nacional articulado pelo Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social que institui o dia 28 de setembro de 2017, como Dia Nacional de Mobilização em Defesa do SUAS, Dia D.

A ação desencadeada pela revelação do corte drástico no orçamento da assistência social, divulgado na última reunião da CIT, no dia 6, tem o objetiva de divulgar as consequências do desfinanciamento do Sistema Único de Assistência Social -SUAS, que organiza e operacionaliza, em todo território nacional, a oferta de serviços e benefícios à população que vive em situação de pobreza, extrema pobreza e de desproteção social.

Para nivelar as informações e ações, o Congemas publicou uma série de orientações a serem seguidas em todo o país. Entre elas, 

Desencadear um amplo processo de mobilização e sensibilização da sociedade brasileira sobre a importância do SUAS para as pessoas e grupos em situação de vulnerabilidade e risco social (mulheres, crianças, adolescentes, idosos, pessoas em situação de rua, crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil, pessoas com deficiência, populações e grupos tradicionais) que necessitam do sistema de proteção social do Estado brasileiro;

Pleitear junto ao governo federal o cumprimento das metas do II Plano Decenal de Assistência Social, na perspectiva da universalização do SUAS, com a expansão qualificada da rede socioassistencial e o aprimoramento da gestão;

 Articular junto ao Governo Federal e ao Congresso Nacional, a garantia do orçamento da Assistência Social para 2018, no valor de R$2,75 bilhões, conforme aprovação e deliberação do Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS.

Para a Secretária Municipal de Assistência Social, Lucy Meiry, em Vila Rica, essa redução pode significar o fechamento do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), a secretária participa hoje de uma reunião no SUAS para debater o assunto, vale lembra que nesta quinta-feira, 28 de setembro, dia da paralização não haverá atendimentos ao público porém na nessa sexta-feira 29 as atividades retornam normalmente.

FONTE: Assessoria de Comunicação | com assessoria

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE