PUBLICIDADE Supermercado Vendão
900 LUTERANOS

Evento em Sinop comemora os 500 anos da Reforma Protestante

A data será lembrada em todos os continentes e o Sínodo Mato Grosso, que congrega todas estas comunidades, também faz sua programação especial.

11/09/2017 08h23 | Atualizada em 11/09/2017 15h33 108 acessos

Evento em Sinop comemora os 500 anos da Reforma Protestante

Reprodução

PUBLICIDADE Skynet

Dia da Igreja reúne cerca de 900 luteranos em evento, na cidade de Sinop (500 km ao norte de Cuiabá), entre os dias 7 e 9 de setembro. Com o tema: Somos luteranos e fazemos parte desta história, representantes de 26 comunidades dos Estados de Mato Grosso, Pará, oeste de Goiás e nordeste do Mato Grosso do Sul já antecipam as comemorações dos 500 anos da Reforma Protestante, festejada em 31 de Outubro.

A data será lembrada em todos os continentes e o Sínodo Mato Grosso, que congrega todas estas comunidades, também faz sua programação especial . Cerca de 7, 5 mil membros que fazem parte da Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil (IECLB), são representados no 1º Dia da Igreja do Sínodo Mato Grosso, que começou a ser planejado há 2 anos.

Em sua maioria as comunidades são formadas por famílias de migrantes do sul do país que ocuparam a região, por meio de projetos de colonização. Um deles é Franz Holg, 82, que há 40 anos mora no quilômetro 135 da rodovia Transamazônica, no Pará. Luterano de berço diz que nunca viu tanta gente reunida. "É o povo de Deus vivendo unido uns aos outros, como Jesus pediu".

Para receber os visitantes o parque de exposições da Acrinorte se transformou em alojamento para dezenas de barracas, refeitório e palco para palestras e oficinas. O tema central é a reforma protestante, protagonizada pelo então monge católico Martin Lutero que, em 1517, se rebelou contra a igreja que passou a vender "cartas de créditos" aos fiéis que queriam garantir um lugar no céu.

A vida do líder que instituiu a escola pública, democratizando o ensino para homens e mulheres de todas as classes sociais no seculo XVI e a chegada dos primeiros imigrantes alemães em Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, onde nasceu a primeira comunidade evangélica no Brasil, em 1824.

Não há como separar Lutero da educação, pois o líder foi o primeiro a traduzir a bíblia do latin para a língua alemã. Para ele, o Estado tinha a obrigação se levar ao cidadão educação para que ele pudesse ler a bíblia e ter o entendimento da palavra de Deus.

Para o pastor Nilo Orlando Christmann, que preside o Sínodo Mato Grosso, a gratidão a Deus motivou o encontro de todos os que viajaram centenas de quilômetros vara ouvir a palavra de Deus. "O justo viverá por graça e fé, lembra o pastor Martin Dreher, pois nós, por nossos próprios meios não teríamos direito a salvação, que depende unicamente da graça e misericórdia de Deus". O evento se encerra às 9h do sábado (9) com um culto.

FONTE: Gazeta Digital | Silvana Ribas

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE