Saúde

Cerca de 95% dos óbitos ocorridos por Covid-19 em Mato Grosso são de pessoas não vacinadas

Para a Vigilância e Atenção à Saúde, o levantamento comprova a eficácia esperada dos imunizantes contra a Covid

09/08/2021 12h23 | Atualizada em 10/08/2021 09h49 2 comentarios

Neste ano, quase 95% das mortes decorrentes da Covid-19 foram de pessoas não vacinadas contra o coronavírus, que causa a doença. Para a Secretaria de Estado de Saúde (Ses-MT), o percentual reforça que a vacinação é o meio mais eficaz de prevenir mortes provocadas pelo vírus.

No Estado, a campanha de imunização contra a Covid-19 começou em 18 de janeiro. Deste então, o Ministério da Saúde (MS) enviou 2.911.690 doses das vacinas Astrazeneca, Coronavac, Pfizer e da Janssen. Do total, 1.577.751 já foram aplicadas em primeira dose e 605.338 em segunda ou dose única.

De acordo com dados divulgados pela Ses-MT, ainda em janeiro deste ano, 649 pessoas morreram por Covid-19. Nenhuma estava imunizada, representando 100% dos pacientes que perderam a luta contra a infecção. Já em abril passado, por exemplo, foram 1.955 óbitos entre não vacinados ou 96,16% das vítimas fatais e 79 (3,88%) mortes referentes a imunizados.

Em julho, foram 558 mortes de não vacinados e outras 98 de vacinados (14,98%). Ao todo, foram contabilizados 7.697 óbitos (94,06%) entre não imunizados e 486 (5,94%) de pessoas que já tinham tomado ao menos a primeira dose contra a doença. O levantamento considerou as notificações feitas de janeiro a julho de 2021.

“No momento, não há meio mais efetivo de se prevenir a Covid-19. Por isso, alertamos à população sobre a importância da vacina na contenção da pandemia. Precisamos do empenho de toda a sociedade, pois a imunização é uma estratégia coletiva e não individual”, alertou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, por meio da assessoria. O dado foi mensurado pela equipe técnica da Ses-MT, com base nas informações oficiais do sistema IndicaSUS, mantido pelo Ministério da Saúde (MS).

Para o secretário adjunto de Vigilância e Atenção à Saúde, Juliano Melo, o levantamento aponta que está sendo comprovada a eficácia esperada dos imunizantes. “Mais de 94% das pessoas que vieram a óbito em Mato Grosso não tomaram a primeira ou segunda dose da vacina contra a Covid-19. Já se percebe que a proteção aos casos graves e óbitos, entre as pessoas que tomaram uma ou duas doses da vacina, é extremamente maior do que naqueles que não tomaram. Isso corrobora com pesquisas que são desenvolvidas sobre a eficácia das vacinas, independentemente do tipo do imunizante”, pontuou.

O gestor ainda explicou que, como a imunização foi iniciada em 2021, o número de pessoas que completaram o esquema vacinal, com duas doses, ainda não é expressivo se comparado ao número da população total do Estado. Contudo, já é perceptível a efetividade da imunização. “Já se percebe que a proteção da vacina contra a gravidade e o óbito é muito significativa”, concluiu.

Vale reforçar que as vacinas aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) são eficazes em proteger contra a doença, mas nenhuma vacina é 100% eficaz. O risco de infecção por em pessoas totalmente vacinadas não é completamente eliminado enquanto houver transmissão contínua do vírus na comunidade.

Assim, ainda haverá uma pequena porcentagem de pessoas totalmente vacinadas que ficarão doentes, serão hospitalizadas ou morrerão. Esse número vai depender da taxa de circulação do vírus e da prevalência de novas variantes. Por isso, continuam sendo importantes às medidas de prevenção, como uso de máscaras e distanciamento social.

Até a tarde desta quinta-feira (5), Mato Grosso contabilizava 496.031 casos confirmados e 12.924 óbitos em decorrência do coronavírus. Do total de infectados, 9.927 estavam em isolamento domiciliar e 471.672 recuperados. Também havia 418 internações em unidades de terapia intensiva (UTIs) e 286 em enfermarias, ambos serviços públicos, com taxa de ocupação em 74,91% e em 33%, respectivamente.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (100.924), Rondonópolis (35.356), Várzea Grande (33.177), Sinop (23.743), Sorriso (17.285), Tangará da Serra (16.918), Lucas do Rio Verde (14.761), Primavera do Leste (13.253), Cáceres (10.799) e Barra do Garças (10.145).

FONTE: Redação de Jornalismo da Eldorado FM

2 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Hello I am so delighted I located your blog, I really located you by mistake, while I was watching on google for something else, Anyways I am here now and could just like to say thank for a tremendous post and a all round entertaining website. Please do keep up the great work. 123movie

  2. Have you guys worked with Caldwells before? I heard a lot of good reviews about their doors and services. Can any of you share your thoughts about it? Here's the link for the https://caldwells.com/interior-doors/stock-now.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE