PUBLICIDADE
Politica

Acusado de corrupção, Emanuel é reeleito prefeito de Cuiabá com 51% dos votos

O prefeito realizou sua campanha em meio a diversas polêmicas referentes ao um vídeo no qual foi flagrado recebendo dinheiro

30/11/2020 09h08 | Atualizada em 30/11/2020 16h08

Emanuel Pinheiro (MDB) foi reeleito prefeito em Cuiabá, neste domingo (15), com 51,17% dos votos considerados válidos. O segundo candidato, Abílio Júnior (Podemos) teve cerca de 48% dos votos. Mais de 134 mil eleitores votaram em Emanuel neste domingo. A diferença foi de pouco mais de 6 mil votos.

O resultado da apuração ainda mostrou que 6.278 (2,2%) votaram em branco e 12.273 (4,3%) optaram pelo nulo. Emanuel foi eleito prefeito em 2016, vencendo de Wilson Santos (PSDB) no segundo turno. Nessa disputa, conquistou 157.877 mil votos, o que representa 60,41% dos votos válidos.

O prefeito realizou sua campanha em meio a diversas polêmicas referentes ao um vídeo no qual foi flagrado recebendo dinheiro na sede do Governo do Estado. O ex-governador Silval Barbosa afirmou ser fruto de propina. Emanuel negou desde o início a acusação e disse que o montante era de uma dívida de Silval com seu irmão, Popó Pinheiro.

Apesar das denuncias de corrupção, o prefeito cuiabano também é conhecido por ter entregue diversas obras ao longo de sua gestão, como o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), diversas praças pela cidade, um viaduto na Avenida das Torres. Ao longo de sua carreira política, Emanuel esteve filiado aos partidos PFL, PL, PR e em 2016 aderiu ao MDB.

FONTE: Radio Eldorado FM 87,9 com Midia News

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE