PUBLICIDADE Supermercado Vendão
FUTEBOL SUB-15

Atleta de Canarana é convocado para a Seleção Brasileira Sub-15

Agenciado pela empresa Baruch Sports, no início do ano passado ele foi contratado para as categorias de base do Bahia.

17/06/2017 11h43 | Atualizada em 19/06/2017 10h30 546 acessos

Atleta de Canarana é convocado para a Seleção Brasileira Sub-15

Reprodução

PUBLICIDADE Skynet

O jovem canaranense Vinicius Urissapa Ianumaka Kamaiura, jogador do EC Bahia, foi convocado pela primeira vez para integrar a Seleção Brasileira Sub-15. Ele se apresenta na Granja Comary, em Teresópolis-RJ, no dia 18 de junho, onde treinará sob o comando do técnico Guilherme Dalla Déa, que após o dia 23, escolherá o jogadores que irão disputar o Sul-Americano, ainda com data e local não divulgados.

Vinicinho, que é neto do cacique Tabata Kuikuro, treinou na EPAC sob o comando do professor Maurício Daghetti e nos torneios disputados pela Escolinha Pais e Amigos de Canarana, se destacou chamando a atenção de vários olheiros. Agenciado pela empresa Baruch Sports, no início do ano passado ele foi contratado para as categorias de base do Bahia, time da primeira divisão nacional, do qual foi campeão e desataque nesta semana da Copa Metropolitana.

Nas redes sociais, muitos canaranenses comemoraram a convocação. O prefeito Fábio Faria parabenizou o atleta: “Nossos sinceros parabéns ao atleta Vinicius Urissapa Ianumaka Kamaiurá, convocado para a Seleção Brasileira de Futebol Sub-15, representando Canarana e principalmente a comunidade indígena presente em nosso município”.

O empresário Márcio Schmidt, de Rondonópolis, postou: “Parabéns ao atleta Vinícius pelo Título Baiano Sub.15 e pela convocação à Seleção Brasileira. Parabéns também aos parceiros da EPAC de Canarana e em especial Mauricio Daghetti. Nossa homenagem de todos da Academia FC”.

O secretário Municipal de Esportes, Eduardo Oliveira, postou: “Muito boa essa notícia. Parabéns ao Vinicinho, ao professor Mauricio Daghetti pelo trabalho e a todos os envolvidos neste processo de formação de um atleta. Esse trabalho já deu vários bons resultados na formação de grandes pessoas e o Vinícius será uma das várias promessas que temos na nossa cidade a se transformar em realidade no cenário nacional e internacional”.

Vinicinho já estampou reportagens no J. O Pioneiro. Ele herdou a paixão pelo futebol de seu avô, o cacique Tabata Kuikuro, que antes mesmo de conhecer o futebol ou mesmo ver uma bola, escutava pelo rádio dentro do Parque Indígena do Xingu as narrações dos jogos da Seleção Brasileira de Pelé e companhia. Quem sabe um dia será o seu neto que vestirá a camisa da seleção principal.

FONTE: O Pioneiro/Rafael Govari

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE