PUBLICIDADE Supermercado Vendão
ESPORTES

Três municípios do Araguaia estão aptos a participarem do projeto Seleções do Futuro

O programa, do Ministério do Esporte, é acoplado à CBF.

30/11/2017 09h10 | Atualizada em 30/11/2017 10h45 164 acessos

Três municípios do Araguaia estão aptos a participarem do projeto Seleções do Futuro

Ilustrativa

PUBLICIDADE Skynet

Três municípios de Mato Grosso - São Felix do Araguaia, Confresa e Canabrava do Norte-  foram classificados na primeira fase de avaliação do Programa Seleções do Futuro, realizado pelo Ministério do Esporte. A portaria foi publicada no último dia (24) e agora os municípios aptos encaminharão os documentos necessários para sua efetivação no projeto Seleções do Futuro, que se inicia em 2018. Os municípios de Cuiabá, Vera, Sorriso, Novo Santo Antonio e Claudia também serão contemplados para receber o projeto a partir do próximo ano.  

O programa, do Ministério do Esporte, é acoplado à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e visa  democratizar a prática do futebol de base pelo Brasil. Os técnicos da CBF oferecem cursos e treinamentos às pessoas que estão envolvidas com as escolinhas de futebol. Depois, capacitados, eles começam a atuar na formação dos jovens dentro da metodologia utilizada pelo órgão esportivo.

“Esse é um grande projeto social que será implantado no estado, o proposta sem dúvida mudará a vida de muitos jovens que estavam na ociosidade. Acredito que um passo importante para o incremento da prática esportiva para que jovens estejam inseridos no esporte, além disso contribuirá também para o fortalecimento do esporte nos municípios do interior”, pontuou Adalto de Freitas.

“A proposta vem ao encontro do trabalho que estamos realizando, no sentido de dar uma ocupação para as crianças. Além do estudo como a prática esportiva, o Seleções do Futuro é exatamente que encaixa a esses jovens, pois favorece o esporte aliados ao entretenimento, projeto vem dar esse  apoio que as crianças precisam”, comentou a prefeita de São Felix do Araguaia, Janailza Taveira. O programa proporciona aos jovens trabalhar o aperfeiçoamento dos fundamentos básicos do futebol de forma global, com aproximação de questões técnicas, elevação da consciência do grupo sobre as atividades desenvolvidas durante o treinamento. Participaram do projeto jovem matriculados na rede pública de ensino, com idade de 6 a 17 anos, categoria no masculino e no feminino.

Metodologia - A capacitação dos professores e a metodologia utilizada nos núcleos das “Seleções do Futuro” serão fornecidas pela CBF. Os jovens passarão por várias etapas de aprendizado e especialização. O programa vai introduzir elementos psicomotores ligados a movimentos manipulativos, locomotores e combinados, compreendendo noções de lateralidade, tempo e espaço, bem como propiciando a ampliação do repertório motor através da vivência de habilidades básicas, específicas e suas combinações em diversos contextos.

De 12 até 15 anos, o projeto vai trabalhar o aperfeiçoamento dos fundamentos básicos do futebol de forma global, com aproximação de questões técnicas, elevação da consciência do grupo sobre as atividades desenvolvidas durante o treinamento. O objetivo essencial é manter o interesse pela atividade física desenvolvendo a cultura corporal de movimento, no sentido de o próprio beneficiado decidir por sua especialização.

A partir dos 15 anos, o programa vai focar na especialização esportiva e aprimoramento de aspectos técnicos, táticos e psicossociais. Nessa fase, os beneficiados começam a ter acesso a um número maior de competições sistematizadas da modalidade no intuito de se desenvolver no esporte.

FONTE: Assessoria

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE