PUBLICIDADE
EDUCAÇÃO

De 65 mil candidatos, nenhum atinge nota máxima na redação do Enem em MT

Ao todo, 88.122 candidatos de Mato Grosso se inscreveram para o Enem 2019.

17/01/2020 17h02 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

De 65 mil candidatos, nenhum atinge nota máxima na redação do Enem em MT

Ilustrativa

Nenhum candidato do Estado de Mato Grosso conseguiu atingir nota máxima da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019.  O tema desta edição foi “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”. O texto deveria ser do tipo dissertativo-argumentativo, com até 30 linhas, desenvolvido a partir da situação-problema proposta e de subsídios oferecidos pelos textos motivadores.

Ao todo, 88.122 candidatos de Mato Grosso se inscreveram para o Enem 2019. Entretanto, 65.308 fizeram a prova, o que representa 74,1% de candidatos. Segundo dados do Inep, as mulheres escreveram 32 das 53 redações nota 1.000. A mais de meia centena de autores dos textos com avaliação máxima tem idades que variam de 16 a 28 anos. São de três regiões do país, espalhados por 15 estados e o Distrito Federal.
 
As redações com nota máxima são de estados do Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste: Alagoas (2); Bahia (1); Ceará (6); Distrito Federal (2); Espírito Santo (1); Goiás (4); Maranhão (1); Mato Grosso do Sul (1); Minas Gerais (13); Paraíba (1); Pará (2); Pernambuco (1); Piauí (2); Rio Grande do Norte (6); Rio de Janeiro (6); São Paulo (4).
 
Redações com menos de sete linhas recebem nota zero, assim como as que reproduzem integralmente trechos dos textos motivadores e de itens do Caderno de Questões.
 
Enem
 
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) avalia o desempenho escolar ao final da educação básica. Vinculado ao Ministério da Educação (MEC), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) aplica as provas desde 1998. Hoje, o Enem é o segundo maior exame do mundo de acesso à educação superior. Os resultados permitem, ainda, o desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais.

Exame de 2018
 
A jovem Gabriela Arenhart, de 21 anos, moradora de Tangará da Serra (244 quilômetros de Cuiabá), foi uma das 55 pessoas em todo país que conseguiu a nota mil na redação realizado em 2018. Ela disse que o tema "Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet" lhe deixou bastante nervosa, entretanto, ela conseguiu se acalmar e desenvolver suas ideias.

FONTE: Olhar Direto

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE