PUBLICIDADE
EDUCAÇÃO

Alunos de Vila Rica apostam em atividades culturais para explicar diversidade cultural

A idéia de mostrar a diversidade existente na região e principalmente no país, partiu dos próprios alunos que providenciaram os trabalhos.

02/12/2019 15h08 | Atualizada em 03/12/2019 09h50

Alunos de Vila Rica apostam em atividades culturais para explicar diversidade cultural

Divulgação

Alunos do ensino médio da Escola Estadual Vila Rica, localizado no município do mesmo nome (a 1.259 quilômetros a nordeste da Capital) vivenciaram o protagonismo juvenil na perspectiva da ética e respeito em prol da diversidade cultural. O evento de encerramento com diversas atrações ocorreu no Sindicato dos Trabalhadores Municipais da cidade.

Para a realização dos trabalhos, a ação pedagógica oportunizou reviver as ações desenvolvidas nos projetos pedagógicos: sarau literário, feira do conhecimento. O destaque ficou por conta Projeto Matemática: a arte dos polígonos, orientado pela professora Fabiane Rizzardo Laikovski, que demonstrou que é possível trabalhar a disciplina de forma lúdica e prazerosa.

Segundo a diretora Eleandra Negri, a idéia de mostrar a diversidade existente na região e principalmente no país, partiu dos próprios alunos que providenciaram os trabalhos. “A iniciativa dos alunos  reforçou a importância desses momentos de interação e aprendizado mútuo”, assinala.

Os coordenadores pedagógicos Raquel Pereira do Nascimento e José Adelson de Aragão explicaram que o objetivo do seminário foi alcançado, uma vez que os alunos tomaram a frente com as discussões, e as atrações. A reflexão acerca da importância da valorização e do respeito às diferenças no âmbito da escola é o ponto crucial para a construção de uma cidadania equalizadora”, explica Raquel.

José Adelson acrescenta que foram trabalhadas ações pedagógicas integradoras que reafirmam o compromisso com uma educação de qualidade, que visa ao aluno ser protagonista do processo de ensino aprendizagem.

“Ao mesmo tempo, compreenderam que são o centro da aprendizagem. Somos coadjuvantes enquanto profissionais da educação em estimular e orientar o ensino visando o fortalecimento da escola como espaço de aprendizado mútuo”, ressalta a professora integradora Vânia Horner de Almeida.

Entre os estudantes, o resultado foi o melhor possível e todos saíram animados do evento. No entendimento da aluna Taila Laine Silva Moreira, o seminário estimulou o jovem a se tornar um aluno melhor, já visando sua vida profissional.

“O evento deu a oportunidade de mostrar suas ideias, e debater sobre temas muito importantes que na maioria das vezes são deixados de lado. Como uma aluna, posso falar com toda certeza que o seminário foi um dos grandes passos, para tornar o aluno um jovem Protagonista, pois é participando dos seminários, que temos a oportunidade de mostrar nossas opiniões, e mostrar que podemos sim fazer a diferença”, assegura.

FONTE: Adilson Rosa | Seduc MT

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE