PUBLICIDADE Supermercado Vendão
ASSEMBLEIA NESTA SEGUNDA

Sintep espera contraproposta do governo para encerrar greve

O presidente do Sintep, Valdeir Pereira, entregou o documento ao promotor para que o MPE tome as devidas providências ao descumprimento da decisão.

24/06/2019 08h33 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Sintep espera contraproposta do governo para encerrar greve

Reprodução

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep) aguarda para esta segunda-feira (24) uma proposta do governo de Mato Grosso para que seja discutida e apresentada durante assembleia geral, marcada esta data. 

O documento, que será fruto da mediação do Ministério Público Estadual (MPE) e Assembleia Legislativa, deverá garantir, conforme o Sindicato, "no mínimo, parâmetro para a construção de uma proposta para o passivo salarial de 2019, cronograma para reforma das escolas, a convocação dos concursados".

Os apontamentos feitos pelo Sintep durante a reunião, na semana passada, com o promotor geral do MPE, José Antônio Borges, apresentaram as manobras do governo quanto as receitas da educação, sua projeção e a totalidade dos recursos. Tratou ainda do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), fruto de ação popular, movida pelo então dirigente Júlio Viana, com decisão favorável do Tribunal de Justiça e Mato Grosso, colocando como receita os recursos desse imposto.

O presidente do Sintep, Valdeir Pereira, entregou o documento ao promotor para que o MPE tome as devidas providências ao descumprimento da decisão.

Exigência 

Como única exigência apresentada pelos dirigentes estava que qualquer proposta a ser apreciada deveria levar em consideração a integralização da lei 510/2013, até a próxima data base. “Exigimos a continuidade da política da dobra do poder de compra e que seja revisto o corte de ponto”, esclareceu Valdeir Pereira.

FONTE: Gazeta Digital

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE