PUBLICIDADE Supermercado Vendão
12ª EDIÇÃO

Educadores têm até 31 de maio para se inscrever no Prêmio Professores do Brasil

A iniciativa tem o objetivo de valorizar o trabalho dos docentes, que desenvolvem projetos para melhorar os processos de ensino e aprendizagem.

27/05/2019 08h03 | Atualizada em 27/05/2019 08h10

Educadores têm até 31 de maio para se inscrever no Prêmio Professores do Brasil

Reprodução

Educadores de escolas públicas da educação básica de todo o país têm até o dia 31 de maio (sexta-feira) para se inscrever na 12ª edição do Prêmio Professores do Brasil (PPB), do Ministério da Educação (MEC). A iniciativa tem o objetivo de valorizar o trabalho dos docentes, que desenvolvem projetos para melhorar os processos de ensino e aprendizagem.  

Os interessados podem se inscrever pelo site do programa (clique aqui), por meio do envio de um relato de prática pedagógica aplicada com os alunos em sala de aula. Somente os relatos dos anos letivos de 2018 ou 2019 com resultados comprovados até o final do período de inscrições serão selecionados.  

De acordo com o ministério, não poderão concorrer ao prêmio os trabalhos vencedores de edições anteriores em quaisquer das etapas estadual, regional, nacional, temática especial, ou ainda em outros prêmios de âmbito nacional.  

Ao todo são 6 categorias: creche, pré-escola, ciclo de alfabetização (1º, 2º e 3º anos), anos iniciais do ensino fundamental (4º e 5º anos); anos finais do ensino fundamental (6º e 9º anos) e ensino médio. 

Haverá também uma premiação para temas especiais que contempla esporte como estratégia de aprendizagem, uso de tecnologias de informação e comunicação no processo de inovação educacional, boas práticas no uso de linguagens de mídia para as diferentes áreas do conhecimento nos ensinos fundamental e médio, práticas inovadoras de educação científica e educação empreendedora. 

A novidade deste ano fica por conta da emissão de um certificado pela UFG – a Universidade Federal de Goiás, aos professores que participarem do curso Na trilha das boas práticas de ensino.       

Edição 2018

Os 30 docentes ganhadores do Prêmio Professores do Brasil, edição 2018, na categoria regional, partiram no sábado (25) rumo ao Canadá para trocar experiências com o sistema de ensino do país.  

Os professores vão participar de palestras e visitar escolas de ensino infantil, fundamental e médio, além de centros de formação. A viagem é umas das premiações da iniciativa, que este ano completa a 12ª edição. A instituição parceira é a Colleges and Institutes Canada (CICan). 

Em Mato Grosso, na categoria Ensino Fundamental Anos Finais, de 6º a 9º  Anos, a vencedora foi a professora Célia Dione Macedo Silva, da Escola Municipal de Ensino Básico (EMEB) Jesus Criança, de Cuiabá. O título do relato premiado foi ‘Se as mulheres não têm voz, o seu grito não tem som’.  

Já o Destaque Regional, Centro-Oeste, categoria Ensino Fundamental Anos Iniciais, de 4º e 5º Anos, Temáticas Especiais - Esporte como estratégia de aprendizagem, a vencedora foi a educadora Lúcia Dagmar Hurtado Arruda,  da Escola Municipal de Ensino Fundamental Vinícius de Moraes, de Lucas do Rio Verde. O relato apresentado foi Gincana Educativa IDEB 2017.

Em parceria com os professores de Português e Matemática, Lucia propôs atividades que fizessem os alunos não só decorarem, mas entenderem de que forma o conteúdo das aulas era importante no dia a dia. “Eles produziram cartazes, gritos de guerra e eu ouvia elogios e demonstrações de ansiedade para que chegassem logo os dias da gincana”.

A gincana foi desenvolvida em três sextas-feiras durante o período de aula, envolvendo os alunos do 5° ano. A professora também trabalhou o conceito de fair play: em caso de brigas, as equipes envolvidas perdiam pontos.

Entre as atividades, estavam trava-línguas, testes de pontuação gramatical, corrida de letrinhas, operações matemáticas, corrida de saco e muitas outras. No final, um desfile fechou a gincana com chave de ouro.

FONTE: Gazeta Digital/Viviane Saggin

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE