ESCLARECIMENTOS

Sintep realiza seminário municipal em São Félix do Araguaia

A proposta do Seminário foi trazer esclarecimentos aos profissionais da educação,além do público em geral.

25/05/2017 07h58 | Atualizada em 25/05/2017 16h19 120 acessos

Sintep realiza seminário municipal em São Félix do Araguaia

Reprodução

A subsede do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep) de São Félix do Araguaia realizou na manhã da ultima quarta-feira, 24, na Câmara Municipal de vereadores, o Seminário Municipal de Educação que debateu com estudantes, profissionais da educação e representantes da comunidade as reformas da Previdência e do Ensino Médio.

A proposta do Seminário foi trazer esclarecimentos aos profissionais da educação, representantes dos diferentes segmentos convidados, além do público em geral, quanto aos impactos que as medidas promovem nas políticas educacionais e sociais para a classe trabalhadora.

O presidente Henrique afirmou que o governo federal está promovendo o desmonte dos direitos da classe trabalhadora. “Os impactos das reformas afetarão todos os trabalhadores e essa é uma luta da classe contra os ataques aos nossos direitos. Precisamos ficar unidos para garantir que nossos direitos sejam garantidos Todos devem se informar, articular e fazer a resistência. Precisamos unir forças para continuar a luta em defesa dos direitos não só dos trabalhadores, mas de toda a sociedade e dizer não aos retrocessos e juntos teremos força para barrar as tentativas de retiradas de direitos imposta pelo governo de Michel Temer, afirma o presidente do Sintep de Mato Grosso, Henrique Lopes do Nascimento.

De acordo com o articulador sindical Juleo, a proposta de reforma da Previdência é a mais radical já apresentada na história previdenciária brasileira. “Não podemos aceitar um ataque brutal como essa medida, que destrói a perspectiva e o sonho dos trabalhadores e trabalhadoras em ter na velhice uma aposentadoria digna. Todo trabalhador está sendo envolvido nesse processo de reforma que é fazer com que a classe trabalhadora pague essa conta”, concluiu.

Para o Sintep/MT, a reforma da Previdência, em curso no Congresso Nacional, e mesmo a Reforma do Ensino Médio, já instalada, apresentam sérias e significativas mudanças na vida dos trabalhadores do serviço público e privado, das famílias do campo e da cidade. O Ensino Médio precisa ser reformulado, porém, não basta uma mudança na organização do currículo. É preciso pensar nessa amplitude de elementos: a formação do professores; as condições do trabalho docente; a estrutura física e material das escolas e as políticas de assistência ao estudante.

O presidente Valdemar Farias e a secretária Ivania Ferreira Costa da Subsede de São Félix do Araguaia, a vice-presidente estadual do sindicato; Jocilene Barboza dos Santos, o secretário de articulação sindical, Júlio César Viana e a diretora regional; Lucimeire Lazara também participaram do evento.

FONTE: O Repórter do Araguaia/Vanessa Lima

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE