PUBLICIDADE Supermercado Vendão
AMEAÇA NA INTERNET

Professores pregam diálogo para combater boneca Momo

Educadores podem intervir com a ajuda de agentes de saúde, bombeiros, psicólogos, entre outros.

22/03/2019 10h07 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Professores pregam diálogo para combater boneca Momo

Reprodução

Escolas e profissionais da educação de Mato Grosso têm se mostrado preocupados com os vídeos infantis na internet em que a boneca "Momo" incentiva crianças a se machucarem ou até cometerem suicídio. Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), Valdeir Pereira, a escola é fundamental neste processo de discutir questões que viralizam e podem causar danos reais. Educadores podem intervir com a ajuda de agentes de saúde, bombeiros, psicólogos, entre outros.   

"Temos essa questão da Momo agora, mas não foi só essa. Houveram momentos, por exemplo, como aquela brincadeira em que eles se cortavam, outros em que eles tiravam o fôlego com o desodorante. Todas essas coisas precisam ser discutidas com os alunos e existem diversas maneiras de fazer isso", disse.  

Nesta quinta-feira (21), um colégio particular divulgou uma nota em que alerta os pais sobre o acontecimento. Eles afirmaram que o fortalecimento de laços familiares e um diálogo aberto e acolhedor possibilita que os pais possam proteger os filhos das ameaças muitas vezes presentes na internet. Ainda, pontuaram que jovens devem ser educados para que possam tomar boas decisões frente às situações da vida.  

"Assim, queridos pais e/ou responsáveis, mesmo diante de tantos afazeres, a família é o berço da humanidade e o nosso espaço de profunda realização e segurança pessoal. É a ele que devemos reservar o melhor de nós mesmos e do nosso tempo. Mesmo que este não seja longo, se for de qualidade, fará toda a diferença que todos se sintam amados e possam demonstrar o afeto, a solidariedade e a gratidão por ter um lar", diz trecho.   

Gerência de Combates a Crimes de Alta Tecnologia (Gecat), da Polícia Civil de Mato Grosso, investiga o caso. Delegado Eduardo Botelho, contudo, explicou que é muito difícil chegar à pessoa que introduziu o vídeo, devido ao alto número de compartilhamentos.  

A boneca

De acordo com informações publicadas no site R7, a boneca foi criada a partir de uma escultura de um artista plástico japonês, tem olhos esbugalhados, pele pálida, sorriso sinistro e ficou conhecida depois que um vídeo chamado "Desafio Momo" viralizou na internet no ano passado.   

Reportagem da revista Crescer, citada pelo R7, relata o caso de um vídeo popular na internet de uma criança brincando de slime que é interrompido, após poucos segundos do início da sua exibição, com imagens da Momo ensinando o passo a passo de como cortar os pulsos, literalmente. Vídeo é narrado em inglês.

FONTE: Gazeta Digital/Ana Flávia Corrêa e Andréia Fontes

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE