PUBLICIDADE Supermercado Vendão
EDUCAÇÃO

De 1.028 reeducandos que fizeram prova do Enem, 14 conseguiram vagas em universidades públicas de MT

As vagas são para cursos como ciências biológicas, engenharia agrícola, geografia, matemática e engenharia de alimentos na UFMT e na Unemat.

31/01/2019 16h16 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

De 1.028 reeducandos que fizeram prova do Enem, 14 conseguiram vagas em universidades públicas de MT

Sejudh-MT/ Assessoria

De um total de 1.028 reeducandos de 37 unidades prisionais de Mato Grosso prestam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), 14 conseguiram vagas em universidades públicas na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada para acesso ao Ensino Superior (Sisu).

O resultado foi divulgado na segunda-feira (28) e as vagas são para cursos como ciências biológicas, engenharia agrícola, geografia, matemática e engenharia de alimentos na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e na Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat).

A unidade prisional com maior número de inscritos no Sisu foi a penitenciária de Sinop, com quatro vagas. Os 14 inscritos na primeira chamada do Sisu estão em 11 unidades penais: cadeias femininas de Cáceres e de Nortelândia; unidades masculinas de Barra do Bugres, Barra do Garças, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Jaciara, Primavera do Leste, Porto dos Gaúchos; centro de detenção provisória de Tangará da Serra e a Penitenciária de Sinop. Agora, a relação dos reeducandos será encaminhada aos respectivos juízes da Execução Penal, a quem cabe autorizar o custodiado a cursar o ensino superior.

Conforme o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para pessoas privadas de liberdade, realizado em dezembro passado, 673 recuperandos de Mato Grosso conseguiram notas para inscrição no Sisu.

Os participantes que não conseguiram vaga na primeira chamada, ainda podem ser cadastrados na lista de espera. A segunda chamada do Sisu está prevista para a primeira semana de fevereiro.

Até 2016, a participação no Enem servia para que o reeducando pudesse certificar a conclusão do ensino médio. Para o Enem 2018 houve mudança e puderam participar apenas quem já havia concluído o ensino médio. Em Mato Grosso foram inscritos no exame 1.028 reeducandos do regime fechado, de 37 unidades do Sistema Penitenciário de Mato Grosso, número superior em 35% ao ano anterior.

FONTE: G1 MT

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE