PUBLICIDADE Supermercado Vendão
REPASSES EM ATRASO

Sem dinheiro para merenda, escola pública do interior faz rifa

Em um bilhete enviado aos pais, a diretora Ana Claudia Campos, afirmou que os repasses estaduais estão em atraso.

19/09/2018 09h17 281 acessos

Sem dinheiro para merenda, escola pública do interior faz rifa

Reprodução/ Facebook

PUBLICIDADE Skynet

A direção da Escola Estadual José de Lima Barros, em Santo Antônio do Leveger (34 km ao Sul de Cuiabá), organizou uma rifa para arrecadar dinheiro para comprar a merenda dos estudantes. Em um bilhete enviado aos pais, a diretora Ana Claudia Campos, afirmou que os repasses estaduais estão em atraso.

Ao Gazeta Digital, ela revelou que somente com relação à merenda o Governo do Estado deve cerca de R$ 6 mil, outros R$ 16 mil são devidos pelo Plano de Desenvolvimento da Escola (PDE). Foi então que na última reunião do conselho, no dia 10 de setembro, optou-se por angariar os recursos de forma independente. 

"Eu mostrei a situação da escola, os extratos bancários. Todos viram que os repasses estão atrasados da merenda e do PDE. Nós recebemos a segunda parcela em agosto, sendo que era pra receber em julho. A merenda tem 3 parcelas atrasadas", disse.

Nesta segunda-feira (17), a merenda dos estudantes se baseou em banana frita, trazida pela diretora de sua produção. Além disso, faltam produtos de limpeza como papel higiênico, desinfetantes e detergentes.

"Quase toda semana eu trago merenda de casa. Meu marido tem um mercadinho então o que falta aqui e sobra lá eu vou trazendo. O mais urgente mesmo é o papel higiênico, o resto a gente vai dando um jeito."

O evento será nesta quinta-feira (20) à partir das 18h. Serão servidos espetinho, pastel e refrigerante.

Outro lado

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) afirmou que quitou a quinta parcela dos repasses estaduais destinados à alimentação escolar, que resulta no montante de R$ 10,3 mil. Ainda, disse que a sexta parcela deve ser liberada nos próximos dias.

Confira a nota na íntegra:

Sobre os repasses destinados à alimentação escolar e ao Programa de Desenvolvimento da Escola (PDE), a Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) informa que:

1 – Realizou o pagamento do sétimo repasse anual do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), resultando em um montante superior a R$ 21.369.601,40;  

2 – Ressalta ainda que o repasse federal está em dia. Ao todo, são 10 parcelas anuais feitas pelo Fundo de Desenvolvimento da Educação (FNDE);  

3 – Já os repasses estaduais destinados à alimentação escolar, a Seduc quitou a quinta parcela, resultando no montante de R$ 10.305.331,60;  

4 – A sexta parcela já foi liquidada e deve ser liberada nos próximos dias;  

5 – Esclarece que o investimento do Estado passou de R$ 2.195.573,20, em 2015, para R$ 20.212.669,20, o que caracteriza nossa preocupação com a garantia de uma alimentação de qualidade para nossos estudantes;  

6 – Sobre o PDE, a Seduc informa que o repasse está em dia. Ao todo, são quatro repasses anuais e dois deles já foram quitados. O valor do recurso varia de acordo com o número de alunos matriculados na instituição;  

7– Os valores podem ser investidos em produtos de material permanente ou de consumo, como materiais pedagógicos, de expediente para uso em sala de aula, equipamentos, além de assinaturas de jornais, revistas, compra de material esportivo e na capacitação de professores;  

8 – Os outros dois repasses estão programados para setembro e dezembro. No total, em cada parcela, são investidos em torno de R$ 10 milhões divididos entre as unidades de ensino.

FONTE: Gazeta Digital/Ana Flavia Corrêa

PUBLICIDADE

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE