PUBLICIDADE Supermercado Vendão
PAGAMENTO

Após receberem salário atrasado, professores da Unemat suspendem greve

Quando a greve teve início, o governo afirmou que o atraso no pagamento se deu por causa da frustração com a arrecadação.

23/11/2017 08h49 | Atualizada em 23/11/2017 09h00 101 acessos

Após receberem salário atrasado, professores da Unemat suspendem greve

Divulgação/Unemat

PUBLICIDADE Skynet

Os professores da Universidade de Mato Grosso (Unemat) decidiram suspender, nesta quarta-feira (22), a greve iniciada há 10 dias, após o governo do estado pagar o salário referente ao mês de outubro, que estava atrasado. As aulas serão retomadas já nesta noite. Desde a paralisação das atividades, cerca de 15 mil estudantes estavam sem aulas.

Quando a greve teve início, o governo afirmou que o atraso no pagamento se deu por causa da frustração com a arrecadação. De janeiro até setembro deste ano, o estado arrecadou 9% a menos que o previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA).

A decisão de suspender a greve foi tomada durante assembleia da Associação dos Docentes da Universidade do Estado de Mato Grosso (Adunemat), que representa os professores dos 13 campi da instituição. A Unemat possui 1,2 mil professores, dos quais a associação representa aproximadamente 800 profissionais.

Além da falta de pagamento, os professores alegaram que a greve também era contra a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do Teto de Gastos, que limita os gastos públicos nos estados por 10 anos e o escalonamento dos salários dos servidores públicos. A proposta tramitava na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e foi aprovada hoje pelos parlamentares.

FONTE: G1 MT/Lislaine dos Anjos

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE