PUBLICIDADE
EDUCAÇÃO

Vila Rica terá escola militar em 2021, afirma deputado

O Projeto, que segue para sanção governamental, destaca a retirada do processo seletivo para ingresso nas escolas militares, sendo permitido o ingresso a partir de sorteio.

23/10/2020 09h17 | Atualizada em 25/10/2020 06h52 1 comentario

Vila Rica terá escola militar em 2021, afirma deputado

Reprodução

O acesso ao ensino militar no Estado de Mato Grosso deverá ser universalizado. Autor da Lei nº 10.922/2019, que possibilitou a expansão das escolas militares no estado, o deputado estadual Silvio Fávero (PSL) aprimora o Programa de Gestão Compartilhada Cívico-Militar por meio Projeto de Lei nº 140/2020, aprovado em segunda votação pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso, nesta quarta-feira (21.10).

O Projeto, que segue para sanção governamental, destaca a retirada do processo seletivo para ingresso nas escolas militares, sendo permitido o ingresso a partir de sorteio. A retirada da taxa e a inclusão do uniforme escolar sem custo para os alunos também estão previstas na proposição. A previsão é de que mais 12 municípios sejam contemplados com as escolas cívico-militares.

“IGUALDADE PARA TODOS. DISCIPLINA, FAMÍLIA E DEUS! ESSA É A LINHA DE FRENTE DO ENSINO DAS ESCOLAS CÍVICO-MILITARES, COM O INTUITO DE RESGATAR OS VALORES DAS FAMÍLIAS E DAS NOSSAS CRIANÇAS. COM O APRIMORAMENTO DESTA LEI, DE MINHA AUTORIA, O ACESSO ÀS ESCOLAS MILITARES PASSARÁ A SER UNIVERSALIZADO, COM OPORTUNIDADE PARA TODOS”, ARGUMENTOU SILVIO FÁVERO.

Sob a iniciativa do deputado Silvio Fávero, foram realizadas, no ano de 2019, 36 audiências públicas com o objetivo de envolver as comunidades escolares, possibilitar o debate popular a respeito da metodologia de ensino militar, favorecendo, consequentemente, a expansão desse modelo.

“O GOVERNO DO ESTADO JÁ ME ADIANTOU QUE, NO ANO QUE VEM, SERÃO 12 CIDADES CONTEMPLADAS COM ESSAS ESCOLAS CÍVICO-MILITARES. TANGARÁ DA SERRA, PRIMAVERA DO LESTE, VILA RICA, SINOP, E MAIS OITO CIDADES JÁ ESTARÃO APTAS PARA ADERIR ÀS ESCOLAS CÍVICO-MILITARES”, ADIANTOU SILVIO.

Silvio Fávero ressalta ainda que as mudanças propostas pelo PL 140 não deverão interferir no funcionamento das escolas. “O formato de ensino, a estrutura organizacional, os uniformes e a linha pedagógica e disciplinar não serão modificados. Estamos apenas reduzindo os custos e universalizando o acesso ao ensino militar, alinhados com as políticas públicas do Governo Federal,” enfatizou Fávero.

FONTE: Cenário Político

1 COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. parabens a vila rica por ser contemplada com essa escola

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE