Curiosidades

Tribunal de Justiça destaca utilização do sistema Juízo 100% Digital nas Comarcas de Vila Rica e Colniza

A modalidade de comunicação virtual demonstra a relevância da utilização da tecnologia como ferramenta de apoio à Justiça

27/06/2022 14h12 | Atualizada em 30/06/2022 09h41

Levar Justiça aos lugares mais remotos com o auxílio da tecnologia. O Juízo 100% Digital possibilita à população, principalmente aos residentes de locais mais afastados, participar de audiências ou de intimações do Judiciário estadual de forma virtual, sem a necessidade de deslocamento até o fórum da Comarca.

Com pouco mais de um ano de funcionamento no Estado, iniciado em novembro de 2020, a modalidade de comunicação virtual adotada pelo Poder Judiciário demonstra a relevância da utilização da tecnologia como ferramenta de apoio à Justiça e trouxe mais celeridade ao andamento processual e à prestação jurisdicional em Mato Grosso.

Na Comarca de Vila Rica, a mais de 1.300 km de Cuiabá, a gestora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), Ana Maria Fernandes de Souza, ressaltou a importância da utilização da ferramenta, pois o modelo possibilitou a realização de audiências enquanto o atendimento presencial estava suspenso nos fóruns do Estado.

“O Juízo 100% Digital foi fundamental durante a pandemia. Sem ele, não seria possível mantermos o andamento das audiências e das conciliações. Além disso, a nossa Comarca abrange os municípios de Vila Rica, Santa Cruz do Xingu e Santa Terezinha e muitas pessoas residem na área rural, o que facilitou muito com a comunicação digital”, salienta a servidora.

A gestora judiciária da Comarca citou como exemplo um divórcio realizado com sucesso na Comarca, em que o esposo morava na Espanha e a esposa no Brasil. Com o Juízo 100% Digital, a servidora destacou que foi possível realizar o rompimento legal do vínculo de casamento civil sem que a parte precisasse vir ao país para participar da audiência.

Em Colniza, município localizado a 1.065 km da Capital, o Juízo 100% Digital também vem transformando a realidade dos servidores e jurisdicionados da Comarca. O gestor judiciário da Vara Única, Neverton Aparecido Gossler Lima, afirma que já trabalhou na área de Tecnologia da Informação e que, ao saber da implantação do modelo de comunicação, já esperava que as mudanças fossem benéficas.

O servidor enfatizou que com poucos oficiais de justiça na Comarca a ferramenta é essencial para o cumprimento das intimações. “A importância é muito grande, devido a grande extensão territorial do nosso município. O Juízo 100% Digital veio para acelerar todo o trâmite, pois há intimação, a audiência, e então os processos entram rapidamente e logo já são resolvidos.”

Os operadores do Direito também aprovam a utilização da tecnologia como meio de comunicação no Judiciário. O advogado e ouvidor geral adjunto da OAB-MT, Vinicius Kenji Tanaka, afirma que o Juízo 100% Digital demonstra o compromisso do Poder Judiciário de Mato Grosso com a celeridade e eficiência para uma Justiça mais inclusiva no Estado. “A internet e a tecnologia fazem parte da realidade da população, então por que não utilizá-las para uma melhor prestação jurisdicional? Hoje, ao optar pelo modo de comunicação, além da agilidade em todo processo, economizamos tempo e custos para os nossos clientes. Então, foi uma ótima escolha do Judiciário. A sociedade e todos envolvidos direta ou indiretamente no meio jurídico só têm a ganhar.”

Como participar - O Juízo 100% Digital é uma escolha das partes, para aderir é preciso que haja manifestação de interesse, por meio do procurador (advogado ou defensor público). O advogado que desejar despachar com o juiz, pode fazer a solicitação pela internet, acessando os Canais Permanentes de Acesso Virtual ( https://canaispermanentesdeacesso.tjmt.jus.br/ ). O atendimento na secretaria da vara também é realizado de forma on-line, por intermédio do Balcão Virtual ( https://balcaovirtual.tjmt.jus.br/ ).

FONTE: Eldorado FM com Marco Cappelletti

PUBLICIDADE