Curiosidades

Ex-delegado de Polícia da cidade de Vila Rica participa de seminário nacional de violência contra pessoas idosas

O delegado, Vitor Chab Domingues atualmente titular da Delegacia Especializada de Delitos Contra a Pessoa Idosa (DEDCPI) em Cuiabá

21/06/2022 10h22 | Atualizada em 21/06/2022 10h31

PUBLICIDADE

A Polícia Civil de Mato Grosso ganhou destaque nacional no Seminário sobre Violência Contra a Pessoa Idosa, promovido, na quarta-feira (15.06) pelo Ministério da Mulher Família e Direitos Humanos e Ministério da Justiça e Segurança Pública, em alusão ao Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa.

O delegado, Vitor Chab Domingues, titular da Delegacia Especializada de Delitos Contra a Pessoa Idosa (DEDCPI) e que já foi titular da Delegacia de Vila Rica na região Norte Araguaia foi escolhido dentre os delegados dos 26 estados do país e Distrito Federal, para falar sobre o tema violência contra o idoso, principais crimes e práticas de proteção à pessoa idosa.

A data, celebrada anualmente em 15 de junho, foi instituída pela Organização Mundial de Saúde (OMS), no ano de 2006, buscando mudar índices de violência contra a pessoa idosa, garantindo aos idosos respeito e proteção. Durante o evento transmitido pelo YouTube, o delegado falou sobre políticas públicas e a rede de proteção à pessoa idosa, e parceiros como Ministério Público, Poder Judiciário, Secretarias Municipal e Estadual de Assistência Social, CREAS, CRAS, Conselhos Municipal e Estadual do Idoso.

Vitor Chab destacou que na maioria dos casos de violência contra a pessoa idosa ocorrem no seio familiar, e que ao contrário do que muitas pessoas pensam, a violência física não é o maior índice de ocorrência, sendo a violência social, psicológica, emocional e patrimonial as que mais são praticadas. “Em Cuiabá, 75% dos casos registrados são cometidos por familiares dos idosos, sendo a violência patrimonial a que mais cresce em número de ocorrências, dentre elas a apropriação indébita e o crime de apropriação de cartão magnético”, explicou o delegado.

Para o delegado, representar a Polícia Civil de Mato Grosso em um evento nacional em uma data tão importante mostra o crescimento da instituição e do estado na proteção ao idoso e ao combate à violência contra a pessoa idosa. “O idoso é o jovem que deu certo. Desta forma, temos que garantir a sua proteção e mudar a realidade da violência contra a pessoa idosa, que tem aumentado em todo.

FONTE: Eldorado FM com Assessoria

PUBLICIDADE