Cidades

Advogado de Vila Rica listado em ‘lista negra’ por supostamente dar apoio a Lula, ingressa com ação judicial contra o propagador da ofensa

O advogado destaca ainda que o efeito deletério da postagem foi imediato, haja vista que dentro de minutos houve multiplicação da mesma

27/09/2022 14h47 | Atualizada em 30/09/2022 11h54

Uma lista com nomes de empresas e profissionais de Vila Rica que supostamente apoiam o candidato à presidência da república, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ganhou repercussão nas redes sociais nas últimas semanas. O caso causou descontentamento em algumas pessoas e resultou em uma ação judicial. 

O advogado C. O. D. S. J., um dos citados na lista intitulada como “Lista Vermelha de empresas e profissionais que apoiam Lula em Vila Rica-MT”, também apontada como “Lista Negra”, indignado com a exposição do seu nome ligado ao candidato do PT, decidiu ingressar com ação indenizatória contra B. C. F. por se sentir ofendido com a publicação que circulou em vários grupos no whatsapp. De acordo com o advogado, apesar de não apoiar o candidato Lula nas eleições deste ano, é inaceitável a “intolerância” daqueles que não respeitam seu semelhante em razão de sua ideologia política.

“A postagem expõe o ódio e discriminação daqueles que apoiam certo candidato, no caso o ex-presidente Lula, notadamente, por expor nomes de empresas e de profissionais, inclusive, com indicação da profissão, cujo nítido objetivo é o de macular a imagem, a honra e a reputação do profissional, a qual demorou anos para ser conquistada nesta comarca de Vila Rica”, destacou o advogado.

O autor da ação destaca ainda que, o efeito deletério da postagem foi imediato, haja vista que dentro de minutos, os compartilhamentos se multiplicaram, ao ponto de a honra e sua imagem serem manchadas de forma ardilosa e mentirosa, simplesmente, por não apoiar a reeleição do presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) nas eleições do pleito de 2022. A ação movida pelo advogado, tem cunho indenizatório, cuja verba a ser arbitrada em caso de procedência da ação, será revertida em prol de alguma entidade sem fins lucrativos, a critério do juízo da Comarca de Vila Rica.

FONTE: Rafael Trindade com Vila Rica News

PUBLICIDADE